segunda, 22 de julho de 2024
Saúde
08/07/2024 | 10:51

Temperaturas baixas faz aumentar em 25% cirurgias de catarata e refrativas

O frio chegou e no inverno deste ano promete ter frentes frias mais intensas, segundo o site do Climatempo. Além de agasalhos e alimentos quentes, outra busca costuma aumentar nessa estação: procedimentos cirúrgicos. Levantamento realizado pelo Oftalmos - Hospital de Olhos, em Santa Catarina, revela que o número de cirurgias de catarata e refrativas no inverno aumentam em 25%, em comparação ao verão.
 
”O aumento se dá devido às condições climáticas serem mais favoráveis para a recuperação dos pacientes nessa época do ano", explica médico Dr. Fernando Ramalho, especialista em cirurgia refrativa no Oftalmos - Hospital de Olhos, em Santa Catarina. “No inverno, as pessoas costumam ficar mais em casa e, com isso, procuram corrigir problemas que, fenotipicamente, deixam a autoestima baixa, isso quando não afeta a saúde do indivíduo, como doenças oculares”, complementa o médico.
 
Cirurgia de catarata
 
A catarata, caracterizada pela opacificação do cristalino do olho, é uma das principais causas de cegueira no mundo. A cirurgia é indicada para todos os estágios da doença e consiste na retirada do cristalino (lente natural do olho), para implantação de uma lente intraocular. O método de facoemulsificação é o mais utilizado, no qual é feita uma pequena incisão no olho, fragmentando o cristalino opaco em pequenos pedaços, que são aspirados imediatamente. O Oftalmos é o único hospital da região que também realiza cirurgia de catarata com laser de femtossegundos, responsável por enviar imagens em tempo real, que faz as incisões necessárias e a fragmentação da parte interna do cristalino. Em seguida, o cristalino é retirado e substituído por uma lente. 
 
“A recuperação em climas mais frios tende a ser mais confortável para o paciente, além da menor exposição ao sol permitir a redução do desconforto e a sensibilidade pós-operatória”, diz Ramalho.
 
Cirurgias refrativas
 
As cirurgias refrativas corrigem erros de refração, como miopia, hipermetropia e astigmatismo, proporcionando uma alternativa aos óculos e lentes de contato. Nessa cirurgia, o método mais eficaz é feito com a utilização do excimer laser, que possui duas técnicas básicas de aplicação: PRK e LASIK. Na PRK, é feita a remoção do epitélio, para ser aplicado o laser. Já na técnica LASIK, é feita uma incisão na córnea que permite levantá-la, como uma tampa, facilitando o acesso do laser à aplicação direta na córnea. No Oftalmos, esse método é realizado com o laser de femtossegundos.
 
“A redução nas atividades ao ar livre e a menor exposição à luz intensa tornam o período de inverno ideal para a recuperação pós-cirúrgica. No frio os pacientes tendem a ter menos complicações”, finaliza Ramalho.

JORNAL IMPRESSO
19/07/2024
12/07/2024
05/07/2024
28/06/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS