sábado, 20 de julho de 2024
Geral
25/06/2024 | 17:17

Como os pilotos da Emirates reduzem o consumo de combustível e as emissões de carbono em suas operações

Voos mais inteligentes e o foco na redução do consumo de combustível e das emissões começam na cabine de comando. Em 2016, a Emirates implementou o programa “Green Operating Procedures” (“Green Ops”)*, adotando uma abordagem multifacetada que busca oportunidades para reduzir o uso de combustível em terra e durante os voos, além de fornecer aos pilotos informações, conscientização, análise de dados e tecnologias necessárias para ajudá-los a gerenciar seus voos da forma mais eficiente possível.
 
Com o Grupo de Gestão de Eficiência de Operações multifuncional interno, a companhia aérea pretende reduzir a queima desnecessária de combustível e as emissões sempre que possível, enquanto garante que os mais altos padrões de segurança adotados pela Emirates nunca sejam comprometidos. No ano fiscal de 2023-2024, o programa “Green Ops” e outras iniciativas operacionais ajudaram a Emirates a reduzir o consumo de combustível em mais de 48 mil toneladas e as emissões de carbono em mais de 151 mil toneladas.
 
O comandante Hassan Al Hammadi, vice-presidente sênior da divisão de operações de voo da Emirates, disse: “Estamos orgulhosos do trabalho realizado por toda a equipe de operações de voo e das contribuições dos nossos pilotos para a redução significativa do consumo de combustível e das emissões. Isso só foi possível por meio de disciplina, comprometimento e dedicação de todos às práticas de aviação sustentáveis na cabine de comando, tudo isso mantendo os mais altos níveis de segurança. Fornecemos à nossa comunidade de pilotos as ferramentas e os aplicativos mais recentes para monitorar e analisar o desempenho dos voos, ajudando a aumentar sua conscientização sobre como suas técnicas de voo afetam o consumo de combustível e as emissões. Continuaremos investindo em tecnologias de ponta e acelerando o desenvolvimento de soluções que criem benefícios ambientais de longo prazo.”
 
Aqui estão algumas das principais medidas operacionais tomadas pela Emirates no solo e durante os voos, sempre que operacionalmente possível, para reduzir o consumo desnecessário de combustível e das emissões:
 
Combustível extra
O comandante do voo tem a responsabilidade de garantir que cada voo tenha a quantidade suficiente de combustível para manter operações seguras. Dependendo da avaliação das circunstâncias operacionais predominantes, o comandante pode optar por transportar combustível extra além do mínimo estipulado pelas normas regulatórias. Esta iniciativa visa incentivar o comandante a transportar uma quantidade extra de combustível com base em um julgamento bem fundamentado e em necessidades operacionais legítimas. O objetivo é fornecer aos comandantes dados e análises pertinentes, ajudando-os a tomar decisões mais acertadas e precisas sobre o transporte de combustível extra. Com essa iniciativa, o transporte de combustível extra a critério do comandante foi reduzido significativamente.
 
Otimização da velocidade de voo
A velocidade da aeronave afeta diretamente o consumo de combustível e as emissões. Para calcular com precisão a velocidade otimizada de um voo, várias considerações são feitas com base em um cálculo minucioso que busca minimizar os custos operacionais totais e, ao mesmo tempo, cumprir os horários de embarque e chegada. Dependendo das condições operacionais no momento, os pilotos podem ajustar a velocidade para diminuir o consumo de combustível sem comprometer os horários do voo. Esse gerenciamento da velocidade durante o voo faz parte dos Procedimentos Operacionais Padrão (SOPs) dos pilotos da Emirates.
 
Pouso com flap reduzido
As aeronaves têm a flexibilidade de pousar usando uma variedade de configurações de flap. Os pilotos da Emirates avaliam cuidadosamente e selecionam a configuração de flap que minimiza o arrasto aerodinâmico, reduzindo o consumo de combustível. Essa decisão é tomada sem comprometer a segurança, de acordo com as diferentes condições da pista.
 
Empuxo reverso em marcha lenta
Assim que a aeronave pousa, os pilotos têm a opção de usar diferentes níveis de empuxo reverso (para trás) para desacelerar a aeronave. Dependendo das condições no momento e do comprimento da pista, os pilotos da Emirates darão prioridade ao uso de empuxo reverso em marcha lenta para reduzir o consumo de combustível.
 
Taxiamento com motor reduzido (RETI)
Durante o taxiamento em solo após o pouso, a aeronave não precisa da potência de todos os motores. Os pilotos da Emirates aproveitam cada oportunidade para realizar o taxiamento com motor reduzido, desligando um ou dois motores (dependendo da configuração do motor da aeronave) no pouso. Essa prática é usada sem comprometer a segurança ou a eficiência operacional. Desde que foi introduzido, o uso do RETI aumentou em quase sete vezes.
 
Otimização de rotas de voo
Como pioneira na adoção de eficiências no planejamento de voo, a Emirates tem usado rotas de voo flexíveis desde 2003. Trabalhando diretamente com o controle de tráfego aéreo e outros órgãos do setor em toda a sua rede, a companhia aérea se dedica a otimizar cada rota entre cidades. A otimização das rotas permite que a Emirates transporte e use menos combustível nos voos, resultando em menos emissões e economia de tempo para os clientes.
 
Tecnologia e inovação com o FlightPulse
A Emirates introduziu o FlightPulse (desenvolvido em colaboração com a GE Digital Aviation Services), uma ferramenta abrangente de análise de dados para todos os seus pilotos que incorpora elementos fundamentais de dados operacionais e análises referentes à segurança e ao desempenho da eficiência de combustível de cada voo. Esta ferramenta transformou significativamente o monitoramento dos dados das operações de voo. A implementação do FlightPulse melhorou a colaboração entre a gerência de operações de voo e a comunidade de pilotos da Emirates, aumentando a segurança e a eficiência dos voos. Essa iniciativa reforça o compromisso da companhia aérea com a inovação do setor por meio da adoção de tecnologia para melhorar a eficiência do combustível.
 
Otimização do centro de gravidade
O centro de gravidade (CG) da aeronave influencia significativamente a segurança e a eficiência do voo. O carregamento da aeronave no centro de gravidade otimizado garante o peso e o equilíbrio adequados, aumentando sua eficiência aerodinâmica, o que leva à economia de combustível. A Emirates tem uma política rigorosa de carregamento de aeronaves para chegar o mais próximo possível do nível ideal do trim para minimizar o consumo de combustível.
 
Uso da APU
A Emirates também reduz o consumo de combustível em terra ao minimizar o uso da unidade de energia auxiliar (APU) da aeronave e, em vez disso, usar a unidade de energia elétrica terrestre (GPU) para reduzir as emissões. O uso da APU foi reduzido em mais de 30% desde que essa iniciativa foi introduzida.
 
Ajuste no transporte de água potável
A Emirates usa um método científico exato para calcular a água potável necessária para um voo com a intenção de reduzir o peso e melhorar a eficiência do combustível. Cada voo carrega a quantidade necessária de água potável sem comprometer o conforto dos passageiros.
 
*“Green Operations” (“Green Ops”) é um termo usado internamente pela equipe de operações de voo e pelos pilotos da Emirates como parte de um programa que incorpora várias medidas para reduzir o consumo de combustível e as emissões de carbono.
 
Sobre a Emirates
A partir de seu hub global em Dubai, a Emirates atende a clientes em seis continentes, fornecendo serviços de transporte aéreo de alta qualidade que facilitam o turismo e o comércio. A companhia aérea conquistou o reconhecimento do cliente com seus serviços líderes do setor em terra e no céu, fornecidos por funcionários apaixonados que representam mais de 160 países. A Emirates opera a maior frota do mundo de aeronaves Boeing 777 e Airbus A380 de fuselagem larga, oferecendo cabines espaçosas e recursos icônicos a bordo, como o A380 Shower Spa e o Onboard Lounge, e seu sistema de entretenimento a bordo ice, premiado por 14 anos consecutivos como o "melhor no céu", está disponível em todos os assentos da sua frota. A Emirates está comprometida com operações ambientalmente responsáveis e se concentra em três áreas: redução de emissões, consumo responsável e proteção da vida selvagem e dos habitats.
 

JORNAL IMPRESSO
19/07/2024
12/07/2024
05/07/2024
28/06/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS