sexta, 21 de junho de 2024
Geral
07/06/2024 | 18:14

SC é o sétimo estado que mais arrecada com a destinação de IR para projetos sociais

A Receita Federal divulgou os números de arrecadação em relação à destinação de recursos do Imposto de Renda feita por pessoas físicas para projetos sociais. De acordo com o órgão responsável pelo recolhimento e análise da Declaração de Ajuste Anual (DAA), as pessoas físicas destinaram R$ 330,43 milhões para projetos sociais, com 237.081 doações, com um acréscimo de 14,2% em relação a 2023. Deste total nacional, 4,8% vieram de Santa Catarina, com R$ 16.112.814,76, de 16.128 doações.
 
Em Santa Catarina, o Instituto Amigo do Leão capitaneou uma campanha de sensibilização dos contribuintes (pessoas físicas) para realizarem a destinação de recursos do Imposto de Renda para projetos sociais através dos Fundos da Criança e Adolescente e do Idoso. A campanha conta com apoio de diversas entidades representativas da sociedade civil. O Instituto Amigo do Leão também promove pelo segundo ano consecutivo o Prêmio Amigo do Leão, iniciativa que reconhece os principais doadores e envolvidos no processo de destinação de recursos.
 
De acordo com os dados divulgados pela Receita Federal, Santa Catarina mantém a sétima posição entre os estados que mais destinaram recursos para projetos sociais via declaração de Imposto de Renda de pessoas físicas. Este ano, de forma inédita, o Estado que mais arrecadou foi o Rio Grande do Sul, com mais de R$ 86 milhões, seguido de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso e Goiás. 
 
O valor obtido pelos gaúchos é 122% superior ao obtido em 2023 (R$ 35 milhões) e resultante da sensibilização dos brasileiros com a catástrofe climática, que devastou e inundou cidades gaúchas. A tragédia coincidiu com os últimos 30 dias para entrega da declaração e também originou campanhas de sensibilização para destinação de recursos para projetos sociais gaúchos.    
 
Já Santa Catarina obteve um acréscimo de 9,9% em relação a 2023, quando R$ 14.529 milhões foram destinados a projetos sociais. "Ficamos felizes com esse acréscimo de quase 10% em relação ao ano passado. Porém, com base nos anos anteriores, podemos estimar que muitos catarinenses também foram solidários e fizeram destinações para projetos sociais do Rio Grande do Sul em virtude das catástrofes climáticas", destaca a presidente do Instituto Amigo do Leão, Clarissa Iser, observando que os números do Rio Grande do Sul tiveram um acréscimo de 10 vezes acima da média. 
 
Outra constatação é uma tendência de equilíbrio na destinação dos recursos em relação aos Fundos da Criança e do Adolescente e do Fundo do Idoso.  Houve um acréscimo na destinação para o Fundo do Idoso (2,6%) e uma redução para o Fundo da Criança e Adolescente (2,6%). “O acréscimo se deve à organização e regularização de muitos fundos municipais, atualmente mais preparados para receber as doações, além de ser uma causa que desperta mais atenção dos doadores, devido ao aumento da população idosa no país”, analisa.
 
Prêmio Amigo do Leão
 
As inscrições para o Prêmio Amigo do Leão 2024 estão abertas até o próximo dia 20 de junho. Promovido pelo Instituto Amigo do Leão com apoio de uma série de entidades institucionais de Santa Catarina, o Prêmio Amigo do Leão será concedido pelo segundo ano consecutivo para reconhecer aqueles que mais destinaram recursos para projetos sociais de Santa Catarina através da declaração anual de Imposto de Renda. A iniciativa serve de inspiração para que mais pessoas e empresas façam esse tipo de doação. 
O prêmio é concedido em sete categorias: Contador, Empresa, Doador Pessoa Física, Organização Social, Captador de Recursos, Município Catarinense e Campanha de Arrecadação. O edital para inscrição ao prêmio está disponível na plataforma PROSAS por meio do link premioamigodoleao2024.prosas.com.br . Os vencedores serão revelados em cerimônia de premiação, a ser realizada em outubro, em Florianópolis.
 
Boa tarde. Segue release com dados importantes sobre a doação de recursos para projetos sociais via Imposto de Renda Pessoa Física.
 
SC é o sétimo estado que mais arrecada com a destinação de IR para projetos sociais
 
A Receita Federal divulgou os números de arrecadação em relação à destinação de recursos do Imposto de Renda feita por pessoas físicas para projetos sociais. De acordo com o órgão responsável pelo recolhimento e análise da Declaração de Ajuste Anual (DAA), as pessoas físicas destinaram R$ 330,43 milhões para projetos sociais, com 237.081 doações, com um acréscimo de 14,2% em relação a 2023. Deste total nacional, 4,8% vieram de Santa Catarina, com R$ 16.112.814,76, de 16.128 doações.
 
Em Santa Catarina, o Instituto Amigo do Leão capitaneou uma campanha de sensibilização dos contribuintes (pessoas físicas) para realizarem a destinação de recursos do Imposto de Renda para projetos sociais através dos Fundos da Criança e Adolescente e do Idoso. A campanha conta com apoio de diversas entidades representativas da sociedade civil. O Instituto Amigo do Leão também promove pelo segundo ano consecutivo o Prêmio Amigo do Leão, iniciativa que reconhece os principais doadores e envolvidos no processo de destinação de recursos.
 
De acordo com os dados divulgados pela Receita Federal, Santa Catarina mantém a sétima posição entre os estados que mais destinaram recursos para projetos sociais via declaração de Imposto de Renda de pessoas físicas. Este ano, de forma inédita, o Estado que mais arrecadou foi o Rio Grande do Sul, com mais de R$ 86 milhões, seguido de São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Mato Grosso e Goiás. 
 
O valor obtido pelos gaúchos é 122% superior ao obtido em 2023 (R$ 35 milhões) e resultante da sensibilização dos brasileiros com a catástrofe climática, que devastou e inundou cidades gaúchas. A tragédia coincidiu com os últimos 30 dias para entrega da declaração e também originou campanhas de sensibilização para destinação de recursos para projetos sociais gaúchos.    
 
Já Santa Catarina obteve um acréscimo de 9,9% em relação a 2023, quando R$ 14.529 milhões foram destinados a projetos sociais. "Ficamos felizes com esse acréscimo de quase 10% em relação ao ano passado. Porém, com base nos anos anteriores, podemos estimar que muitos catarinenses também foram solidários e fizeram destinações para projetos sociais do Rio Grande do Sul em virtude das catástrofes climáticas", destaca a presidente do Instituto Amigo do Leão, Clarissa Iser, observando que os números do Rio Grande do Sul tiveram um acréscimo de 10 vezes acima da média. 
 
Outra constatação é uma tendência de equilíbrio na destinação dos recursos em relação aos Fundos da Criança e do Adolescente e do Fundo do Idoso.  Houve um acréscimo na destinação para o Fundo do Idoso (2,6%) e uma redução para o Fundo da Criança e Adolescente (2,6%). “O acréscimo se deve à organização e regularização de muitos fundos municipais, atualmente mais preparados para receber as doações, além de ser uma causa que desperta mais atenção dos doadores, devido ao aumento da população idosa no país”, analisa.
 
Prêmio Amigo do Leão
 
As inscrições para o Prêmio Amigo do Leão 2024 estão abertas até o próximo dia 20 de junho. Promovido pelo Instituto Amigo do Leão com apoio de uma série de entidades institucionais de Santa Catarina, o Prêmio Amigo do Leão será concedido pelo segundo ano consecutivo para reconhecer aqueles que mais destinaram recursos para projetos sociais de Santa Catarina através da declaração anual de Imposto de Renda. A iniciativa serve de inspiração para que mais pessoas e empresas façam esse tipo de doação. 
O prêmio é concedido em sete categorias: Contador, Empresa, Doador Pessoa Física, Organização Social, Captador de Recursos, Município Catarinense e Campanha de Arrecadação. O edital para inscrição ao prêmio está disponível na plataforma PROSAS por meio do link premioamigodoleao2024.prosas.com.br . Os vencedores serão revelados em cerimônia de premiação, a ser realizada em outubro, em Florianópolis.
 
SAIBA MAIS 
 
Brasil – IRPF – 2024 (ano-calendário -2023)
Potencial - R$ 12,93 bilhões entre 14.609.061 contribuintes
Destinações - R$ 330,43 milhões - 237.081 doações
59,0% Criança e Adolescente/ 41,0% Idoso
 
Em Santa Catarina 
2024 – IRPF (ano-calendário-2023)
Potencial 434.577.681,60 entre 654.115 contribuintes
Destinações - 16.112.814,76 - 16.128 doações
58,7% Criança e Adolescente / 41,3% Idoso
 
2023 – IRPF (ano-calendário 2022)
Potencial 418.496.246,88 entre 693.503 contribuintes
Destinações 14.529.564,66 - 13.590 doações
61,3% Criança e Adolescente / 38,7% Idoso
 
2022 – IRPF (ano-calendário 2021)
Potencial 324.653.091,93 entre 609.733 contribuintes
Destinações 10.813.590,18 - 11.449
64,5% Criança e Adolescente / 35,5% Idoso
 
2021 - IRPF
Potencial 283.623.566,19 entre 551.962 contribuintes
Destinações 8.379.575,86 - 9.373
71,9% Criança e Adolescente / 28,1% Idoso
 

JORNAL IMPRESSO
21/06/2024
14/06/2024
07/06/2024
31/05/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS