quarta, 19 de junho de 2024
Saúde
04/06/2024 | 09:04

Vila da Saúde encerrará atividades nesta sexta-feira (07) após registrar redução nos atendimentos por dengue

A Vila da Saúde de Itajaí vai encerrar as atividades na próxima sexta-feira (07) devido à redução no número de atendimentos. O espaço, montado pela Secretaria Municipal de Saúde para atender pacientes com sintomas de dengue, teve uma queda de mais de 30% na demanda nas últimas duas semanas. Além disso, o horário de funcionamento foi alterado de terça (04) até sexta (07) e será das 7h às 16h.
 
Após esse horário, os pacientes poderão buscar assistência nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) 24h do Centro Integrado de Saúde (CIS) e do bairro Cordeiros. Com o encerramento das atividades da Vila, a demanda também será absorvida pelas unidades básicas de saúde nos bairros.
 
Com 76 dias de operação, a Vila da Saúde, contabilizou até domingo (02) um total de 28.540 atendimentos. Na última semana, foram realizados 302 atendimentos, o que representa uma queda de 32% em relação a semana do dia 20 de maio. Já na comparação com a primeira semana de abril a diminuição nos atendimentos foi mais acentuada, 92,54%.
 
"Avaliamos a demanda da Vila da Saúde e o número de atendimentos atual poderá ser absorvido pelas UPAs do CIS e do Cordeiros sem impactos significativos. Nesta semana, fizemos uma nova redução de horário e, a partir das 16h de sexta-feira (07), o espaço será desativado", explica o diretor executivo da Secretaria de Saúde de Itajaí, Gustavo Pereira.
 
Além da queda no número de atendimentos, a partir da Semana Epidemiológica 17 (21/04), o Município passou a registrar, gradualmente, uma redução no número de casos prováveis de dengue. Houve uma diminuição média de 67% nas últimas quatro semanas. Até esta segunda (03), Itajaí tem 12.949 casos confirmados de dengue, 47.968 casos prováveis e 31 mortes pela doença.
 
"Apesar da redução, é importante que a população mantenha os cuidados preventivos dentro de casa, evitando depósitos com água parada. E, caso apresente sintomas, procure atendimento médico para receber o tratamento adequado", complementa Pereira. 
 
Fonte: Secom Itajaí

JORNAL IMPRESSO
14/06/2024
07/06/2024
31/05/2024
24/05/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS