quinta, 20 de junho de 2024
Cultura
22/05/2024 | 19:56

Maracatu Baque Mulher apresenta-se neste domingo no bairro São Vicente

Neste domingo (26), o Maracatu Baque Mulher apresenta-se no Centro de Artes e Esporte Unificado (CEU) no bairro São Vicente. A partir das 15h tem roda de conversa com um lanche coletivo e ao som do maracatu. A apresentação integra o projeto “Tambores que Ecoam”, contemplado com recursos da Lei Paulo Gustavo, por meio do edital da Fundação Cultural e do Município de Itajaí. O evento contará com intérprete de libras e equipe de apoio à acessibilidade.
 
Desde abril deste ano, o grupo Maracatu Baque Mulher vem promovendo atividades em praças e nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) de Itajaí. O objetivo destas ações, que seguirão ao longo deste semestre, é apresentar à comunidade o Maracatu de Baque Virado e as práticas do Movimento Nacional Baque Mulher. As iniciativas incluem rodas de conversa e ensaios de Maracatu voltados para mulheres, no intuito de abordar temas como a luta contra a violência, o racismo e o machismo, que impactam negativamente a qualidade de vida das mulheres, especialmente as mulheres negras e periféricas.
 
O nome “Tambores que Ecoam” faz alusão à música tema do Carnaval 2023 do Baque Mulher, escrita por mulheres da filial do Rio de Janeiro (RJ) e que retrata a importância das culturas de matriz africana nos processos de cura e de saúde coletiva e individual. As atividades nas praças são abertas a todos, enquanto nos CAPS são direcionadas aos grupos e usuários desses centros.
 
A primeira ação do projeto foi realizada no CAPS II no dia 25 de abril, e as demais datas serão divulgadas na página do Instagram do Baque Mulher Itajaí/Bal. Camboriú (www.instagram.com/baquemulheritajaibc). A participação é gratuita e não precisa fazer inscrição. Mais informações: baquemulherbalneario@gmail.com
 
O projeto é realizado com recursos da Lei Paulo Gustavo, do Ministério da Cultura e do Governo Federal, através do edital da Fundação Cultural e do Município de Itajaí. Tem o apoio do Instituto Federal de Santa Catarina Campus Itajaí e das entidades recifenses Nação do Maracatu Encanto do Pina e Ylê Axé Oxum Deym.
 
Sobre o Movimento
 
O Movimento Nacional Baque Mulher foi criado por Mestra Joana Cavalcante, liderança na comunidade do Bode, no bairro recifense do Pina, e há 16 anos Mestra da Nação Encanto do Pina, fundada pela Yalorixá Maria de Sônia em 1980. São 38 filiais no Brasil e em Lisboa (Portugal), que ecoam a mensagem de Mestra Joana e das mulheres que vieram antes.
 
Fonte: Secom Itajaí

JORNAL IMPRESSO
21/06/2024
14/06/2024
07/06/2024
31/05/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS