sexta, 21 de junho de 2024
Geral
20/05/2024 | 14:41

Com faturamento de R$ 40 bi no comércio eletrônico, Santa Catarina recebeu evento para impulsionar ainda mais os negócios na internet

Os brasileiros estão cada vez mais envolvidos nas compras pela internet. De acordo com um estudo realizado pela plataforma de pagamentos Nuvei, em parceria com a Americas Market Intelligence (AMI), espera-se que o mercado de e-commerce no país cresça aproximadamente 80% até 2026.
 
Com base na pesquisa, o setor, que atingiu aproximadamente R$ 211 bilhões em 2022, tem projeção de alcançar os R$ 432 bilhões em 2026, representando um aumento de aproximadamente 20% ao ano. Diante da crescente complexidade das relações de consumo, o comércio eletrônico e os marketplaces enfrentam o desafio de obter o máximo de informações possíveis sobre o comportamento do consumidor e aprimorar o relacionamento com eles. Assim, para proporcionar um espaço de troca de conhecimentos e experiências em um momento importante para o mercado, Florianópolis, recebeu na segunda quinzena de maio, o Uni E-commerce Con Florianópolis 2024.
 
A escolha da capital catarinense não foi por acaso. Santa Catarina tem se destacado como o quarto maior vendedor por e-commerce no país, alcançando um total impressionante de R$ 40,46 bilhões em transações, conforme dados do Observatório do Comércio Eletrônico, plataforma do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (MDIC). Esses números colocam o estado em posição de destaque, ficando apenas atrás de São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro, que registraram, respectivamente, R$ 290,87 bilhões, R$ 88 bilhões e R$ 47,94 bilhões em vendas.
 
Durante os dois dias de encontro, o evento proporcioou aos lojistas de e-commerce insights valiosos, que destacaram estratégias comprovadas para aumentar as vendas no comércio eletrônico. Com a presença de especialistas renomados do mercado digital, como a Magis5, uma plataforma especializada em integração de marketplaces e automação, os participantes tiveram acesso a conhecimentos práticos essenciais para alavancar seus negócios na internet.
 
Entre os assuntos que foram discutidos no Uni E-commerce Con foi o acesso às tecnologias para a integração de lojas a marketplaces como Amazon, Shopee e Mercado Livre, como forma de impulsionar as vendas. "Nossa plataforma permite automatizar processos, como expedição de pedidos e emissão de notas fiscais, deixando o empreendedor livre para pensar de forma estratégica em seu negócio", ressalta Claudio Dias, CEO da Magis5.
 
Claudio Dias, CEO da Magis5
Para ele, o evento foi uma verdadeira experiência imersiva no mundo do comércio eletrônico. "Foi muito importante participar e contribuir com insights valiosos para os lojistas de e-commerce", destaca o CEO da Magis5.
 
A Magis5 está no mercado há seis anos – começou a operar em março de 2018. A empresa registra GMV (Gross Merchandise Volume, ou volume bruto de mercadorias) mensal de R$ 600 milhões. Mais de R$ 5 bilhões já passaram pelo hub de integração de marketplaces, que tem transacionado mais de 50 milhões de pedidos.

JORNAL IMPRESSO
21/06/2024
14/06/2024
07/06/2024
31/05/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS