segunda, 27 de maio de 2024
Geral
08/05/2024 | 17:06

Com Auto Posto Comando dos Bombeiros Militares, Santa Catarina reforça operação de gerenciamento de resgate em apoio ao Rio Grande do Sul

Fotos: Secretaria da Proteção e Defesa Civil de Santa Catarina
 
Para reforçar o gerenciamento das operações de resgate às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul, a partir desta quarta-feira, 8, o Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) disponibilizou um Auto Posto Comando (APC), que já está no estado gaúcho e será deslocado para o município de Lajeado. A unidade móvel se soma ao Posto de Comando Móvel, da Secretaria de Estado da Proteção e Defesa Civil (SDC), que está instalado em Porto Alegre. As estruturas contribuem com o planejamento das operações de socorro e toda logística necessária para uma resposta mais otimizada.
 
Esses equipamentos foram para o Rio Grande do Sul para agregar ao trabalho que vem sendo realizado pelas Forças de Santa Catarina que estão atuando na região.
 
“Chega para agregar e colaborar com as nossas equipes que estão em campo realizando os trabalhos necessários”, declarou o coronel Aldrin Silva de Souza, gerente de Operações. O equipamento desempenha um papel fundamental, monitorando as condições da Operação. Além disso, ele oferece suporte logístico para o gerenciamento das doações provenientes de Santa Catarina, fortalecendo ainda mais as ações de logística humanitária, de resgate e assistência às pessoas afetadas.
 
Além da SDC e do CBMSC, estão apoiando o Rio Grande do Sul a Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), Polícia Científica (PCI), Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (CASAN), Polícia Civil (PCSC), Secretaria de Estado da Saúde (SES,) Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSPSC) e demais órgãos.
 
“Toda ajuda que o Governo de Santa Catarina está fazendo, representa os esforços para mitigar os impactos da tragédia e reconstruir, o mais rápido possível, as comunidades afetadas”, enfatizou coronel Aldrin.
 
Através deste Posto de Comando Móvel, consegue-se garantir a segurança de quem estará transportando as doações. “É possível traçar e escolher a melhor rota, direcionando para que todos os itens doados cheguem de forma mais ágil”, disse o coordenador de Proteção e Defesa Civil de Xanxerê, Luciano Peri, que também é integrante da equipe da SDC que está no RS.
 
Fonte: Governo SC

JORNAL IMPRESSO
24/05/2024
17/05/2024
10/05/2024
03/05/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS