quarta, 22 de maio de 2024
Saúde
18/04/2024 | 22:45

Doenças respiratórias respondem por 70% das internações na UTI de hospital Infantil, em Florianópolis

O Hospital Infantil Joana de Gusmão (HIJG), unidade própria da Secretaria de Estado da Saúde (SES), tem registrado um aumento significativo nas internações devido a doenças respiratórias nos primeiros meses deste ano. De acordo com dados divulgados pelo Núcleo Hospitalar de Epidemiologia do HIJG, nesta quarta-feira, 70% das internações na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital são decorrentes dessas enfermidades.
 
Entre os casos observados estão a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que engloba condições como bronquite, bronquiolite, COVID-19 e pneumonias. Desde o início do ano até 16 de abril, 592 crianças foram internadas no HIJG devido a essas complicações, ocupando tanto os leitos de enfermaria quanto os de UTI.
 
Os dados destacam a importância de priorizar a vacinação contra gripe e outras doenças respiratórias, especialmente em crianças e idosos, que são mais suscetíveis a complicações graves. Segundo Tatiana Titericz, diretora do HIJG, “São casos que exigem uma atenção muito grande do sistema de saúde. Nesse momento, nós, equipes de saúde, fazemos esse apelo: vacinem as crianças. Sabemos que nem todas as doenças possuem ainda uma vacina, mas para aquelas que já estão disponíveis é fundamental que os pais e responsáveis levem os pequenos para fazer a imunização. As vacinas previnem os casos graves e quanto mais crianças vacinadas, menor a circulação dos vírus”.
 
Entre os casos confirmados, 182 foram de vírus sincicial respiratório (VSR), 95 de COVID-19 e 52 testaram positivo para Influenza. Outros casos variaram entre rinovírus e adenovírus.
 
Em Santa Catarina, a campanha de vacinação contra a gripe teve início, em grande parte dos municípios, no dia 18 de março. Segundo os dados do Ministério da Saúde (MS) a cobertura vacinal das crianças de 6 meses a 5 anos, está em apenas 14,88%.
 
Além disso, este ano a vacina da COVID-19 foi incorporada no Calendário Básico de Vacinação da Criança do Plano Nacional de Imunização (PNI), contemplando crianças de 6 meses a 4 anos. Até esta quarta-feira, 17, 7,8% deste público recebeu duas doses da vacina, já as três doses foram aplicadas em 2,71%.
 
Fonte: RCN

JORNAL IMPRESSO
17/05/2024
10/05/2024
03/05/2024
26/04/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS