segunda, 22 de abril de 2024
Política
25/03/2024 | 15:42

COLUNA DO PRISCO PARAÍSO: Fabrício de saída para o União Brasil?

O PL – Partido do governador Jorginho Mello – está numa agenda intensa de filiações de pré-candidatos a vereador, vice-prefeito e prefeito estado a fora. A pergunta que fica é por onde anda o prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira, que se filiou ao PL no apagar das luzes da campanha do ano passado?
O alcaide também assumiu o comando da Executiva municipal do partido em BC, nominata cuja validade expirou. Ou seja, o PL está sem comando oficial em Balneário desde o começo do ano.
Nesta segunda-feira, o ex-vereador Claudir Maciel acusou Fabrício de levianamente tomar o União Brasil de suas mãos e atrapalhar seu projeto eleitoral. “O bom moço que dá o tapa e esconde a mão”, escreveu Maciel em nota distribuída à imprensa. Será que Fabrício Oliveira está programando a revoada para o partido de Antônio Rueda e Luciano Bivar, o notório traidor do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL)?
 
Confira a nota do ex-vereador Claudir Maciel
 
 
 
“NOTA Á IMPRENSA
 
O empresário e pré-candidato a prefeito de Balneário Camboriú, ex-vereador Claudir Maciel, vem a público lamentar a forma leviana e sorrateira do Prefeito Fabrício Oliveira (o bom moço que dá o tapa e esconde a mão) que em conluio com o ex-prefeito de Florianópolis Gean Loureiro (este que vive às voltas com a polícia federal e com escândalos sexuais) golpearam o diretório municipal do União Brasil de Balneário Camboriú, o qual conduzíamos com o propósito de consolidar um projeto alternativo para a prefeitura da cidade.
 
Pela segunda vez, forças políticas externas se manifestam no sentido de impedir uma candidatura do povo e buscam perpetuar a elite econômica que governa nossa cidade. “Quero ser prefeito de Balneário Camboriú para mudar as prioridades da nossa cidade, para recuperar o saneamento e devolver a balneabilidade das nossas praias, para valorizar a educação pública que foi sucateada colocando-a no patamar que ela merece, para olhar e melhorar a saúde que hoje está estrangulada, onde pessoas são internadas em macas nos corredores do Hospital, para dar aos nossos bairros a valorização que eles merecem, eliminando a chamada reserva de mercado onde os moradores assistem de longe a concentração da riqueza na quadra mar. Precisamos levar estas riquezas também para as nossas comunidades, acabando com essa discriminação e permitindo edificações acessíveis para o povo para que os jovens e as famílias não sejam mais expulsos da cidade onde nasceram por falta de moradia”.
 
O presidente estadual do União Brasil, o jovem Deputado Federal Fábio Schiochet que estreia na política em seu segundo mandato, ao aceitar este golpe e intervir no diretório local, na tentativa de impedir nossa candidatura, desonrando sua palavra e aperto de mão que nos concedeu, se joga na vala comum do político imoral que coloca seus interesses pessoais acima das pessoas.
 
O diretório catarinense do União Brasil destrói neste momento um dos principais pilares de um partido, que é a confiança. Ninguém mais terá segurança na palavra desta gente.
 
Podem novamente nos retirar o partido, para privilegiar o mesmo grupo que governa nossa cidade há mais de 30 anos e que já estão acomodados e não querem fazer as mudanças necessárias para Balneário Camboriú, mas não podem impedir que o povo se organize e retome aquilo que é do próprio povo.
 
Acusamos a traição, reconhecemos o golpe, mas seguimos firmes nas nossas convicções.
 
Atenciosamente,
 
Claudir Maciel e todas as pessoas que foram golpeadas!”

JORNAL IMPRESSO
19/04/2024
12/04/2024
05/04/2024
29/03/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS