quinta, 18 de abril de 2024
Geral
25/03/2024 | 15:41

Maré vermelha afeta banho e retirada de moluscos em SC

A maré vermelha é causada quando há um acúmulo de microalgas, devido a cargas excessivas de nutrientes e que com isso formam grandes populações. Durante seu metabolismo, as algas  liberam toxinas que ficam na água dando uma coloração avermelhada, e podem até ir para a atmosfera, podendo ser inclusive inaladas por quem está no mar. Portanto durante o fenômeno, que ocorre principalmente nos períodos de altas temperaturas como as da semana passada e desta semana, o banho de mar deve ser evitado nestas áreas.
 
Além disso, a retirada de moluscos (ostras e mexilhões) está proibida, já que a CIDASC na coleta de 6ª feira, 22/03, detectou volumes acima do considerado seguro de ácido ocadaico, liberado pelas microalgas. Foram quatro as praias de Santa Catarina que apresentaram o fenômeno; no município e Bombinhas, as praias de Zimbro e Canto Grande, e em Florianópolis, as praias do Forte e Sambaqui.  
 
Entre os principais sintomas apresentados após contato direto ou indireto com a água, através dos moluscos, estão: mal-estar, dor de cabeça e no corpo, vômitos, além de irritação na pele, olhos e garganta. A orientação é procurar a unidade de saúde mais próxima.
 
Nova coleta será realizada nesta 2ª e 4ª feira, pela CIDASC, para avaliar a evolução do fenômeno, caso os dois testes apresentem resultado negativo, as praias serão liberadas, caso contrário continuarão interditadas para retirada de moluscos.
 
Imagem da Ilha, associado da Adjori/SC 

JORNAL IMPRESSO
12/04/2024
05/04/2024
29/03/2024
22/03/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS