quarta, 24 de abril de 2024
Geral
22/03/2024 | 13:20

Programa Obra Mais Segura contribui para aumentar a segurança na construção civil

A indústria da construção civil encontrou no Programa Obra Mais Segura um aliado para a transformação: através de inspeções periódicas nos canteiros de obras e da capacitação de trabalhadores, o Obra Mais Segura vem garantindo um dia a dia com mais segurança e menos riscos aos profissionais do setor. Atualmente, em todo o Estado, 212 estão ativas no programa. 
 
Desenvolvido pelo Serviço Social da Indústria (SESI), em parceria com o Sindicato das Indústrias da Construção Civil (Sinduscon) e da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), o Obra Mais Segura atua na prevenção de acidentes e na promoção da cultura de saúde e segurança do trabalho. O programa foi apresentado pelo SESI Itajaí aos profissionais de Recursos Humanos de empresas associadas ao Sindicato da Indústria da Construção Civil da Foz do Itajaí (Sinduscon).
 
O objetivo central do programa é a capacitação de trabalhadores, que se tornam Agentes SOMAS – Supervisores do Obra Mais Segura. Através de treinamentos específicos, esses profissionais assumem um papel fundamental na identificação de riscos, na orientação de seus colegas e na promoção de práticas seguras no canteiro de obras. 
 
Inspeções periódicas são realizadas nas obras participantes, com o objetivo de identificar e avaliar os riscos existentes. A partir dessa análise, são gerados relatórios que recomendam medidas para que a construção atenda às normas de segurança do setor.
 
Fernanda Retzem, coordenadora estadual do Programa Obra Mais Segura, destaca a importância dessa avaliação constante. "Os relatórios gerados nas inspeções servem como um guia para as empresas, orientando-as sobre as medidas necessárias para garantir um ambiente de trabalho mais seguro e em conformidade com as normas da construção civil”, acrescenta Fernanda.
Valorização da vida humana
 
O Obra Mais Segura se configura como um programa essencial para a construção de um futuro mais seguro para os trabalhadores da indústria da construção civil. “Através da prevenção de acidentes, da promoção de uma cultura de segurança e da capacitação de profissionais, o programa contribui para segurança jurídica das empresas, para o aumento da produtividade e, principalmente, para a valorização da vida humana”, completa Fernanda.

JORNAL IMPRESSO
19/04/2024
12/04/2024
05/04/2024
29/03/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS