terça, 23 de abril de 2024
Geral
12/03/2024 | 16:51

Conselheiro da Vale renuncia ao cargo alegando interferência política no processo sucessório da empresa

José Luciano Duarte Penido, membro independente do Conselheiro de Administração da Vale S/A renunciou ao cargo  alegando interferência política no atual processo sucessório do CEO da empresa. Penido foi eleito em Assembleia Geral de Acionistas da Vale para um mandato de Maio de 2023 a Abril de 2025.
 
Na carta de renúncia, Penido assinala que “O processo vem sendo conduzido de forma manipulada, não atende ao melhor interesse da empresa, e sofre evidente e nefasta influência politica". 
 
Escreveu que "No Conselheiro se formou uma maioria cimentada por interesses específicos de alguns acionistas lá representados, por alguns com agendas bastante pessoais e por outros com evidente conflito de interesses".
 
Acrescenta: " Não acredito mais na honestidade de propósitos de acionistas relevantes da empresa no objetivo de elevar a governança corporativa da Vale a padrão internacional de uma Corporation.
 
Neste contexto minha atuação como Conselheiro Independente se torna totalmente ineficaz, desagradável e frustrante.
 
Por isto apresento minha renúncia."
 
Reuters
 
Segundo a Agência de Notícias Reuters, Penido e o conselheiro Paulo Hartung foram os dois membros do colegiado que votaram contra a solução para o processo sucessório do presidente-executivo, Eduardo Bartolomeo. 
 
O texto diz, ainda, que o conselho de administração da Vale decidiu por 11 a 2, em reunião na sexta-feira, 8, manter Bartolomeo no cargo de CEO até o final de dezembro deste ano e que ficou decidido que o executivo também vai apoiar a transição para a nova liderança no início do ano que vem e atuará como advisor até 31 de dezembro de 2025. 
 
Interferência
 
A manifestação de interesse  do presidente Lula em alçar o ex-ministro da presidente Dilma, Guido Mantega, ao posto de CEO da empresa, ou, pelo menos, a membro do Conselho, soou como tentativa de interferência na empresa. Isso impactou negativamente nas ações da Companhia Vale S/A na Bolsa de Valores.
 
Da mesma forma, as declarações do presidente Lula sobre a Petrobras provocam perda de valor das ações da petrolífera brasileira, na Bolsa.

JORNAL IMPRESSO
19/04/2024
12/04/2024
05/04/2024
29/03/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS