terça, 23 de abril de 2024
Geral
06/03/2024 | 13:59

Em seminário, governador reforça compromisso do Estado de ampliar rede de saneamento básico em Santa Catarina

Foto: Eduardo Valente / GovSC
 
O governador Jorginho Mello participou da abertura do primeiro Seminário de Gestão de Esgotamento Sanitário (Seges) – evento organizado pelo Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC), que promove o debate sobre a realidade da prestação dos serviços de esgotamento sanitário no Estado, incluindo a coleta e o tratamento de esgoto. Durante o encontro, na Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira, 6, o governador, acompanhado do diretor-presidente da Casan, Edson Moritz, falou das metas e dos investimentos do Estado para avançar nos índices de saneamento básico em Santa Catarina .
 
“Fiz questão de estar na abertura do seminário pela importância do tema. Falar de esgotamento sanitário é falar de saúde pública. Sabemos que temos que avançar bastante aqui no estado pela falta de investimento ao longo das últimas décadas. Quando assumi o governo eu me reuni com toda a direção da Casan pra gente criar um grande plano de investimentos. Nossa meta é chegar no ano de 2026 com 50% da população tendo acesso à rede de esgoto tratado”, destacou o governador Jorginho Mello.
 
Além do governador, o seminário reuniu representantes dos órgãos de controle do Estado, prefeitos, prestadores de serviço e demais responsáveis pelo serviço de esgotamento sanitário nos 295 municípios catarinenses, com a finalidade de buscar soluções técnicas e financeiras para o cumprimento dos prazos previstos no Marco Regulatório do Saneamento Básico.
 
O diretor-presidente da Casan, Edson Mortiz, participou do painel que tratou sobre o saneamento em Santa Catarina. “Temos esse grande desafio de trazer esses investimentos para a melhoria do saneamento no nosso estado. Estamos com obras nesse sentido em todas as regiões. Falar desse tema é reforçar que é preciso um esforço coletivo de Governo, dos Poderes, prefeituras e sociedade”, destacou Edson Moritz.
 
Nos dois dias do evento serão realizados vários painéis sobre a situação do esgotamento sanitário no Estado. O presidente do Tribunal de Contas, conselheiro Herneus de Nadal, considera o seminário uma oportunidade fundamental para que o tema seja amplamente debatido.
 
“O esgotamento sanitário é uma questão de saúde pública. Debater o tema, buscar soluções, apontar caminhos. Este é o objetivo do Tribunal de Contas com a realização do primeiro Seminário de Gestão do Esgotamento Sanitário. O debate é essencial para chegarmos a resultados práticos, e Santa Catarina precisa evoluir nesse assunto”, reforçou o presidente do TCE.
 
Fonte: Governo SC

JORNAL IMPRESSO
19/04/2024
12/04/2024
05/04/2024
29/03/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS