terça, 23 de abril de 2024
Geral
04/03/2024 | 13:35

Aula inaugural marca início dos cursos técnicos do CaTec em Santa Catarina

Foto: Ricardo Trida / SECOM
 
Começaram nesta segunda-feira, 4, em todas as regiões de Santa Catarina, as aulas dos cursos técnicos do programa Catarinense Técnico (CaTec). Na Grande Florianópolis, foi realizada uma aula inaugural na EEB Professora Eloísa Maria Prazeres de Faria. A unidade escolar fica em Biguaçu e abriu turmas de Administração, Marketing e Logística no período noturno.
 
O evento contou com duas palestras e a participação dos 80 estudantes matriculados nos cursos técnicos da escola. Uma das palestrantes da noite foi a empresária e administradora Letícia Ferreira, que falou sobre gestão e os desafios do mundo empresarial. Já a outra palestra, sobre educação, carreira e profissão, foi ministrada pelo professor Cristiano Morais.
 
“Nós estamos iniciando hoje com as aulas do programa CaTec nas escolas públicas do Estado. Esse programa de governo visa ofertar, concomitante ao Ensino Médio, o Ensino Técnico inicialmente voltado para a área de Gestão e Negócios. São 10 cursos técnicos que o Estado está oferecendo aos nossos jovens em todas as regiões catarinenses”, diz o secretário de Estado da Educação, Aristides Cimadon.
 
Os cursos técnicos do CaTec têm duração de um ano, com carga horária mínima de 800 horas. Foram ofertadas 10 opções de cursos da área de Gestão e Negócios: Administração, Logística, Contabilidade, Comércio, Comércio Exterior, Qualidade, Recursos Humanos, Marketing, Vendas e Transações Imobiliárias.
 
“Em janeiro a gente soube da notícia que o governador Jorginho Mello estava promovendo esse projeto. E a gente acolheu com muito carinho porque é uma grande oportunidade de educação social que a gente pode dar para os nossos alunos. Então o trabalho foi intenso, primeiro foi uma mobilização da comunidade escolar e depois teve a matrícula dos nossos alunos, agora contratação dos nossos professores, então muito trabalho, mas a gente tá muito feliz com adesão”, revelou a coordenadora Regional de Educação, Lilian Sandin Boeing
 
A novidade ganhou aliados para ser divulgada na região. A diretora da escola, Eliane Bartz, disse que conversou com alunos, pais, professores e mostrou as vantagens de sair com dois diplomas ao concluir o Ensino Médio. “Essa possibilidade auxiliou demais a nossa comunidade, porque a gente vê muitas vezes que nós temos uma baixa adesão no vestibular. Então os alunos, a partir desse momento, buscaram outras oportunidades vendo tudo isso na nossa região que poderia ser melhor. Então fizemos pesquisas conversando com os pais e com isso teve essa adesão de quatro turmas”, revelou a gestora.
 
Dois desses alunos optaram pelo curso técnico de Marketing: Andriele Henrique e Marcello da Silva Farias, ambos estudantes do 2° ano do ensino médio. “É o curso do futuro. É uma oportunidade muito grande porque é uma coisa que a gente não tinha e a gente tinha que pagar para ter e era muito difícil para quem estuda em escola pública porque não tem muita renda geralmente. Então isso é uma oportunidade muito grande pra gente e eu vejo isso como algo incrível, sabe?”, explicou Andriele.
 
“Eu fiquei sabendo pelo curso porque foi divulgado na escola e também nas redes sociais no Instagram e Facebook. E eu acredito realmente que investir em educação ajuda no futuro, porque o povo que agora tá estudando vai, querendo ou não, fazer parte do futuro, vai melhorar. E tendo esses cursos técnicos vão melhorar a profissionalização do Estado”, explica o jovem Marcello, que também pretende se graduar em Desing Gráfico e Marketing Digital.
 
23 mil alunos estão matriculados em curso técnico
De acordo com um balanço inicial, mais de 23 mil estudantes estão matriculados na Rede Estadual de Ensino em cursos técnicos. Os estudantes matriculados terão alimentação e aqueles com direito ao transporte escolar serão beneficiados. O investimento neste primeiro ano de programa será de R$ 200 milhões.
 
“O governador Jorginho Mello desde que assumiu o Governo do Estado vem falando que a educação precisa pensar na sociedade Catarinense. E pensando em atender sejam as famílias, sejam os empresários, o Governo do Estado por meio da Secretaria da Educação está promovendo o programa Catarinense Técnico. Para que as nossas juventude possa sair do ensino médio também com possibilidades de empregabilidade, de serem inserido no mercado de trabalho antes mesmo deles decidirem por uma formação superior”, comemorou a gerente de Ensino Médio e Profissional da Secretaria de Estado da Educação, Jocelete Isaltina da Silveira.
 
Fonte: Governo SC

JORNAL IMPRESSO
19/04/2024
12/04/2024
05/04/2024
29/03/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS