segunda, 04 de março de 2024
Geral
31/01/2024 | 17:42

Pontos estratégicos do bairro Cordeiros recebem aplicação de inseticida contra o Aedes aegypti

A Secretaria de Saúde de Itajaí, por meio do Programa de Controle da Dengue, realiza nesta semana a aplicação de inseticida residual em pontos estratégicos do bairro Cordeiros. Os locais que recebem a ação são considerados vulneráveis ao mosquito Aedes aegypti, como borracharias, ferros-velhos e transportadoras. A aplicação ocorre até quarta-feira (31) e, inicialmente, contempla o bairro que concentra o maior número de casos positivos da doença em 2024.
 
A aplicação do inseticida residual ocorre em locais que ficam a céu aberto com depósitos que podem acumular água. Esses pontos recebem a visita dos agentes de controle de endemias quinzenalmente e são considerados estratégicos para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti.
 
O inseticida residual é aplicado nas paredes externas, por meio de um equipamento motorizado. O produto tem o objetivo de eliminar o mosquito adulto e reduzir a sua proliferação.
 
“Realizamos esse trabalho de forma permanente para eliminar os mosquitos adultos e evitar que eles transmitam a doença para mais pessoas. O inseticida residual forma uma camada nos locais aplicados e assim que o mosquito encosta nesses depósitos é eliminado”, explica o coordenador do Programa de Controle da Dengue, Lúcio Vieira.
 
Neste ano, Itajaí registra 140 casos confirmados de dengue. Os bairros mais afetados são: Cordeiros (82 casos), Barra do Rio (28), São Vicente (11), Cidade Nova (4), Espinheiros e Fazenda (3), São João e Ressacada (2), e Canhanduba e São Judas (1).
 
“O Município está fazendo todas as ações necessárias de combate à dengue, mas a população precisa continuar fazendo sua parte e eliminar os depósitos que podem acumular água”, reforça Vieira. 
 
Fonte: Secom Itajaí

JORNAL IMPRESSO
01/03/2024
23/02/2024
16/02/2024
09/02/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS