terça, 27 de fevereiro de 2024
Geral
07/02/2024 | 14:42

PROCON lança informativo de pesquisas de preços de material escolar, cesta básica e combustíveis em Navegantes

Em janeiro, o setor de fiscalização do PROCON enviou equipes para realizar pesquisas de preço nos diversos estabelecimentos de Navegantes e fez o levantamento de itens de material escolar, de combustíveis e da composição da cesta básica no comércio. 
 
A pesquisa dos materiais escolares foi feita com o intuito de auxiliar pais e responsáveis no momento da compra. Foram ao todo 26 itens pesquisados em nove estabelecimentos entre os dias 8 e 11 de janeiro. Os itens com maior variação entre o menor e o maior valor foram: caneta hidrográfica (variação de R$17,20), caderno de desenho grande (variação de R$15,00) e lápis de cor longo (variação de R$15,00). Já os que tiveram pequena variação foram: folha de cartolina (variação de R$0,95), caneta esferográfica (variação de R$1,00) e lápis preto nº 2 (variação de R$1,20).
 
Já a pesquisa da cesta básica foi realizada nos três principais estabelecimentos da cidade: Bistek, Fort e Komprão. O valor da cesta variou entre R$281,24 e R$339,37. Os itens de maior variação foram: álcool em gel 70º INPM (variação de R$12,56), alho (variação de R$11,09) e acém bovino (variação de R$9,99). Os que tiveram pouca variação foram: feijão (variação zero), farinha de trigo (variação de R$0,20) e óleo de soja (variação de R$0,48).
 
Os preços dos combustíveis foram verificados nos 14 postos que atuam em Navegantes. O levantamento incluiu valores de gasolina comum, gasolina aditivada, etanol, diesel S-10, diesel S-500 e GNV. Para os valores à vista, o preço médio da gasolina comum foi de R$5,55, da gasolina aditivada foi de R$5,68, do etanol foi de R$4,35, do diesel S-10 e S-500 foi de R$6,04 e R$5,78, respectivamente e de GNV foi de R$4,86. 
 
Cabe salientar que a pesquisa de preços do PROCON é exemplificativa e orientativa ao consumidor e não há qualquer amparo legal para tabelamento de preços. Outro objetivo é fiscalizar eventual elevação de preços sem justa causa, prática vedada pelo Código de Defesa do Consumidor. 
 
O órgão ressalta a importância da participação da população no combate a condutas ilícitas contra o consumidor. Para fazer uma denúncia, basta enviar um e-mail ao setor de Fiscalização do PROCON no seguinte endereço:
procon.fiscal1@navegantes.sc.gov.br, ou fazer um registro no site www.consumidor.gov.br, ou ainda comparecer, presencialmente, à Rua João Emílio, nº 100, Centro, anexo à Prefeitura, de segunda a sexta-feira das 13h às 19h. Também é possível falar com o Procon pelo telefone (47) 3342-9500, opção 3  ou pelo Whatsapp (47) 99290-1398.
 
 
O boletim completo está disponível na matéria, na aba notícias, no site da Prefeitura.

JORNAL IMPRESSO
23/02/2024
16/02/2024
09/02/2024
02/02/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS