terça, 27 de fevereiro de 2024
Cultura
06/02/2024 | 11:40

Projeto Percussão Catarina leva oficina de ritmos afro-brasileiros para Navegantes

Navegantes é uma das cidades contempladas pela passagem do projeto Percussão Catarina, que está circulando o estado com práticas sobre os ritmos afro-brasileiros. Serão dois dias de oficinas gratuitas e abertas ao público na Associação de Cultura e Tradições de Cultura Africana Ojinjé, na Meia Praia. As práticas ocorrem nos dias 17 (sábado) e 18 (domingo), entre as 10h e as 16h.
 
De maneira bastante acessível mesmo para quem não tem contato com os ritmos, Luciano Candemil, com a assistência dos músicos Cleyton Medeiros e William Camargo, compartilha ensinamentos sobre parte fundamental da identidade musical brasileira. Em Navegantes, o foco serão os ritmos inerentes ao universo do candomblé ketu, como o ijexá, vassi, agueré, agabi, jiká, alujá.
 
Não há necessidade de conhecimento prévio dos ritmos, nem dos instrumentos de percussão e qualquer pessoa com idade a partir dos 12 anos pode participar. São 30 vagas disponíveis para cada oficina e as inscrições devem ser feitas através do site do projeto: https://percussaocatarina.com/inscricoes/. 
 
O músico Luciano Candemil celebra a passagem do projeto pela cidade. “É uma felicidade grande poder levar o projeto para Navegantes porque podemos trabalhar em uma região muito rica musicalmente. Todos são muito bem-vindos nas oficinas, sem qualquer necessidade de saber tocar algum instrumento. A ideia é partirmos das bases do conhecimento dessa música ancestral mesmo, falar dos pilares de cada um desses ritmos e possibilitar que as pessoas entendam as dinâmicas de cada um deles”, explica.
 
Para Isabel Cristina Ribeiro Rosa, a Mãe Cristina, fundadora da Associação Ojinjé, a percussão é fundamental para a valorização das origens e da ancestralidade do trabalho realizado pela associação. “Receber a oficina de ritmos afro é muito importante e nos enche de alegria. O som dos atabaques é ancestral e cultural, os ritmos e sequências de diversos toques, nos remetem à nossa história, a nossa origem, nosso corpo vibra e dança ao som dos atabaques, alfaias e tambores. Aqui na Associação Ojinjé, tudo começa com percussão e muita alegria”, salienta.
 
O projeto Percussão Catarina
A proposta de Candemil com o projeto é oferecer uma formação em percussão sobre os ritmos afro-brasileiros que atualmente são tocados no território catarinense em vivências artísticas que estão passando por quatro regiões do estado: Sul, Vale do Itajaí, Grande Florianópolis e Norte Catarinense.
 
O projeto Percussão Catarina é uma realização da Cand Music Produções Artísticas, por meio do Programa de Incentivo à Cultura (PIC) da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Governo do Estado de Santa Catarina, tendo como incentivadora a Celesc - Centrais Elétricas de Santa Catarina S.A.
 

JORNAL IMPRESSO
23/02/2024
16/02/2024
09/02/2024
02/02/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS