terça, 27 de fevereiro de 2024
Esportes
20/01/2024 | 11:59

Brasil conquista primeira medalha em Olimpíadas de Inverno no snowboard

O Brasil conquistou na madrugada deste sábado sua primeira medalha em Olimpíadas de Inverno. O resultado histórico veio com o catarinense Zion Bethonico, de 17 anos, que faturou o bronze na disputa do snowboard cross nos Jogos Olímpicos da Juventude de Gangwon 2024, na Coreia do Sul.
 
Até a conquista de Zion, o melhor resultado do país em Jogos de Inverno da Juventude era a oitava posição de Marley Linhares no monobob em Lillehammer 2016. Nos Jogos Olímpicos de Inverno, a versão principal da competição, Isabel Clark detinha o melhor desempenho do país com a nona colocação no snowboard cross em Turim 2006.
 
O bronze de Zion surpreendeu, já que o brasileiro não estava entre os favoritos a um lugar no pódio. A campanha do catarinense começou de forma discreta, com um terceiro lugar na primeira bateria. Porém, daí em diante Zion brilhou vencendo as quatro provas restantes, conquistando 18 dos 20 pontos em jogo.
 
Na semifinal, o snowboarder ocupava a terceira posição, resultado que o classificaria apenas à Final B, mas conseguiu ultrapassar um adversário no último salto para garantir a vaga na final. Na decisão, também entrou em desvantagem, mas ultrapassou Boden Gerry para garantir o terceiro lugar e a inédita medalha de bronze. O francês Jonas Chollet ficou com o ouro e o canadense Anthony Shelly levou a prata.
 
Curiosamente, a vaga de Zion em Gangwon foi conquistada por seu irmão mais velho, Noah Bethonico, que após a classificação completou 20 anos - idade limite para participar da competição. Assim, a vaga foi herdada por Zion, próximo atleta com idade elegível.
 
- Eu dedico a minha medalha ao meu irmão Noah, que foi o meu diferencial. Ele esteve comigo o tempo todo. Durante a competição, depois de todas as minhas descidas, ele subiu comigo na gôndola fazendo uma revisão do percurso, procurando me ajudar a melhorar a cada nova bateria. Eu queria um pouco mais, tive que enfrentar alguns obstáculos na final, mas estou muito satisfeito. Essa medalha é para ele que é quem sempre esteve mais próximo - disse Zion após a conquista.
 
Outros brasileiros em Gangwon
 
Na patinação velocidade pista curta, Lucas Koo parou na semifinal. No biatlo, Mariana Silva terminou a prova individual de 10km na 93ª colocação. O curling brasileiro fez sua estreia com derrota para a Coreia do Sul.
 
Fonte: GE

JORNAL IMPRESSO
23/02/2024
16/02/2024
09/02/2024
02/02/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS