segunda, 04 de março de 2024
Geral
19/01/2024 | 16:42

Chegada de novos investidores garante construção do píer de Itapema que terá estrutura única na américa latina

Em dezembro, o Píer de Itapema, uma das atrações turísticas mais aguardadas do litoral catarinense, começou a sair do papel. O que só foi possível graças às empresas MayBelly Incorporadora, R7 Participações, Pantanal Negócios Imobiliários e RGS Engenharia que, juntas, assumiram a responsabilidade financeira e executiva da obra, custeando a realização do projeto. Além de Itapema, o grupo de investidores catarinenses já prepara outros 10 píeres em todo o Brasil.
 
Com uma estrutura única na América Latina, o Píer de Itapema passará a se chamar OPORTO, em alusão ao maior empreendimento do litoral norte de Santa Catarina, anunciado recentemente pela Maybelly Incorporadora, que leva o mesmo nome. Pioneira na verticalização em Porto Belo, a construtora resolveu expandir os negócios e investir na cidade vizinha. Assim, buscou investidores para garantir a construção do píer e presentear Itapema com este projeto inovador que deve alavancar ainda mais os negócios e o turismo da cidade.
 
O píer, com área total de 18.274,29 m², será o único na América Latina com estacionamento abaixo da plataforma principal. O local terá 226 vagas para veículos, além de capacidade para 50 vagas molhadas, e uma área comercial de 9.458,00 m², incluindo 28 lojas, oito quiosques e dois espaços multiuso. O novo grupo societário, que atua em segmentos distintos, fez melhorias no projeto original buscando um viés mais turístico e dinâmico. Entre as novidades está um rooftop para a realização de eventos no topo do prédio, de camarote para as belezas naturais de Itapema.
 
A expectativa é que o espaço se torne um novo polo de comércio e turismo, movimentando e diversificando a economia, além de atrair investimentos em vários setores e ser mais um fator de valorização do mercado imobiliário. Em 2023, de acordo com o Índice FipeZAP, Itapema foi uma das cidades brasileiras que registrou a maior alta no preço dos imóveis.
 
“Esta é uma obra extremamente complexa, mas o grupo entendeu ser de suma importância ambiental e turística. A princesinha da Costa Esmeralda, como a cidade é chamada, não poderia ficar sem este projeto e merecia um investimento desta envergadura. Além disso, viabilizar a construção do Píer é uma forma de retribuir a história da MayBelly, especialmente do meu pai, que em 1989 veio morar em Itapema e construiu uma nova vida aqui”, enfatiza o sócio da Maybelly, Maycol Marini.
 
A obra, que será realizada pela RGS Engenharia, empresa que tem a concessão de 30 anos para a construção, operação, gestão e manutenção do Píer, começou em dezembro de 2023 e tem o prazo de 36 meses para ser concluída. No entanto, o grupo pretende surpreender e entregá-la dentro de 12 meses, ou seja, já na próxima temporada.

JORNAL IMPRESSO
01/03/2024
23/02/2024
16/02/2024
09/02/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS