segunda, 04 de março de 2024
Polícia
17/01/2024 | 08:42

Delegacia de furtos e roubos de cargas da DEIC prende quatro investigados. 2ª fase de operação ao combate a furtos de cargas

Nesta terça-feira (16), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DFRC/DEIC), deflagrou a 2ª fase da operação que recuperou R$ 1.7 milhão em cargas furtadas. Foram cumpridos mandados de prisão e de busca e apreensão na cidade catarinense de Itajaí e nas cidades paranaenses de Londrina, São José dos Pinhais e Jardim Alegre.
 
Foram presos quatro investigados, responsáveis pela clonagem do caminhão e que eram ligados diretamente ao homem apontado como chefe do grupo (esse último já preso na 1ª fase da operação). Essas pessoas se passavam por motoristas de caminhões, efetuavam os carregamentos com documentos falsos e forneciam suporte logístico e financeiro para o sucesso da empreitada criminosa.
 
Foram cumpridos mandados de busca e apreensão em 13 endereços vinculados aos investigados. A ação foi coordenada pelo Delegado de Polícia Titular da DFRC/DEIC, Osnei Valdir de Oliveira. Com a ação foram apreendidos dispositivos eletrônicos, documentos, veículos de luxo e uma arma de fogo. Os objetos e documentos serão analisados pela equipe de Investigação da DFRC/DEIC.
 
Entenda o caso
 
A 1ª fase da Operação foi deflagrada em novembro do ano passado, quando foram recuperadas diversas cargas furtadas, e resultou na prisão do homem apontado por comandar a organização criminosa. Mais detalhes na matéria: https://pc.sc.gov.br/?p=14989.
 
Nessa primeira fase foram apreendidos diversos documentos e dispositivos eletrônicos, os quais foram minuciosamente analisados pela equipe de investigação da DFRC. Com o resultado da análise foi obtido substrato relevante para a investigação acerca das práticas delitivas. Com o robusto material probatório, a Autoridade Policial representou pela expedição de mandados de busca e apreensão domiciliar e prisão preventiva dos investigados, pleitos prontamente deferidos pelo Poder Judiciário, após manifestação favorável do Ministério Público.
 
Particularidades do caso
 
Objetivando burlar os sistemas de monitoramento das rodovias, o grupo criminoso efetuou a clonagem do caminhão e do semirreboque em modalidade avançada. A adulteração ia além da clonagem de placas, os criminosos realizaram a “plotagem” mediante “envelopamento” e “adesivamento” do caminhão. Os criminosos foram cautelosos, clonando até mesmo os adesivos afixados nos vidros e lataria.
 
Com o conjunto clonado, utilizavam dados de motoristas para realizar o carregamento em empresas nos estados de Santa Catarina e Paraná. Até o momento, o grupo é apontado como responsável por quatro furtos de cargas em Santa Catarina, nas cidades de Jaraguá do Sul, São Bento do Sul, Gaspar e Porto Belo. Foram subtraídas cargas diversas de alto valor agregado.
 
O delegado Osnei Valdir de Oliveira, titular da DFRC/DEIC, ressalta que o combate ao furto e ao roubo de carga se dá através de investigações criminais qualificadas, uma vez que os grupos criminosos que atuam nessa modalidade criminosa buscam de todas as formas burlar os sistemas de prevenção.
 
“Combater o roubo de carga não é loteria. Não podemos combater esse tipo de crime esperando cruzar com um caminhão roubado. É preciso investigar com metodologia específica e policiais especializados. A atividade da Polícia Civil é essencial para o enfrentamento qualificado, produzindo efeitos de médio e longo prazo”, destaca o delegado Osnei.  
 
A ação contou com apoio operacional da DEIC/DECAP; DRRDI/DEIC; DRCI/DEIC; LAB/DEIC e SIC de Itajaí/SC, além de Policiais Civis do Paraná, DFRC/PCPR Curitiba/PR; DENARC de Londrina;  e Delegacias de Polícia de Ivaiporã e Jardim Alegre.
 
Denúncias e informações relacionadas a Roubo de Cargas podem ser encaminhadas para o e-mail _deic-dfrc@pc.sc.gov.br, sendo garantido o anonimato.

JORNAL IMPRESSO
01/03/2024
23/02/2024
16/02/2024
09/02/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS