domingo, 03 de dezembro de 2023
Educação
19/10/2023 | 20:11

Rede Municipal de Ensino tem a primeira Cooperativa de Crédito Escolar do Brasil

É de Itajaí a primeira Cooperativa de Crédito Escolar do Brasil. A Aníbal Cred tem um posto de atendimento dentro da Escola Básica Aníbal César do bairro São Vicente e está em pleno funcionamento. Há cerca de um mês, o espaço atende a todos os 1500 estudantes da unidade de ensino, que podem realizar depósitos, fazer saques e ver saldos, tudo isso por meio dos seus cartões da conta da cooperativa. As cédulas disponíveis na agência são próprias, vão de 01 até 50 aníbals e têm animais da região estampados no verso, como a capivara, por exemplo. Os valores são disponibilizados aos estudantes/cooperados conforme os seus desempenhos.
 
“Por meio desse projeto, a gente consegue trabalhar a educação financeira aliada aos indicadores de sucesso. Os estudantes acumulam Aníbals ao longo do trimestre, não apenas com base nas notas que obtêm nas avaliações, mas também por meio de uma pontuação conhecida como nota processual, que avalia critérios como pontualidade, assiduidade, participação, engajamento e disciplina”, explicou a diretora da escola e presidente do Banco Central Estudantil, Elenice Furtado.
 
Miguel Bassotto tem 11 anos e está há um mês na unidade escolar. O aluno veio do Rio Grande do Sul e assim que chegou na escola já ficou sabendo da cooperativa. Ele fez o cartão e começou a acumular aníbals. “Até agora ganhei cinco aníbals – 2 por usar o uniforme completo, 2 por ter tirado em primeiro lugar na prova de matemática e também 1 por boas-vindas. Nunca tinha visto isso lá na minha cidade. Achei bem interessante”, frisou o estudante.
 
Os aníbals conquistados pelos alunos são depositados em suas contas correntes, identificadas pelo número da matrícula de cada estudante. Com os valores arrecadados, os cooperados têm a oportunidade de vivenciar a experiência real de consumir produtos que estão disponíveis na loja física, que funciona anexa ao posto de atendimento da Aníbal Cred. Os produtos também podem ser conferidos pelo site https://capivarashop.net.br.
 
“Hoje vim depositar 3 aníbals aqui na minha conta. Esses aqui eu conquistei por ter participado do aulão do SAEB e outro por não ter faltado na aula. Quero juntar dinheiro para comprar alguns produtos”, disse a estudante Andressa Martins, do 5º ano.
 
A cooperativa conta com oito funcionários que se revezam no contraturno escolar para realizar os atendimentos. Cada funcionário recebe salário (40 aníbals) por mês e segue a escala das 9h30 às 11h30 e das 13h15 às 15h. “Esses alunos acabam tendo um contato ainda maior com a educação financeira e aprendem, na prática, questões sobre finanças e responsabilidade monetária. Estamos vendo uma parceria com uma cooperativa da cidade que ficou de ofertar para esse grupo uma formação profissional sobre atendimento, abordagem”, destacou o professor de matemática e de educação financeira, Romero Avelino Marcos.
 
Larissa Pinheiro Furtado é uma das funcionárias da Aníbal Cred. A estudante de 12 anos já acumula 91 aníbals em sua conta – 40 referente a um salário e o restante conforme desempenho escolar. Ela está focada em um objetivo: “Estou vendo aqui na nossa loja que tem um relógio digital, que custa 100 aníbals. Daqui a pouco já vou poder comprar e sair por aí desfilando e mostrando aquilo que conquistei com meu trabalho e dedicação na escola”, comemorou a aluna do 7º ano.
 
Todos os itens que são disponibilizados na loja virtual, são ofertados por meio das lojas parceiras que participam do projeto, com a doação das mercadorias. Até agora já são mais de 15 parceiros, como papelarias, óticas, lojas de esportes, cosméticos e até de eletrônicos.  Também há parceiros que oferecem descontos de até 15%, no comércio local, aos alunos que apresentarem o seu cartão da cooperativa junto com um documento com foto.
 
“Esse é um trabalho inédito e bastante inovador, porque prepara os alunos para enfrentar os desafios financeiros do mundo real, capacitando-os a tomar decisões responsáveis e a entender o valor do dinheiro”, finalizou a diretora da escola, Elenice Furtado.
 
Fonte: Secom Itajaí

JORNAL IMPRESSO
01/12/2023
24/11/2023
17/11/2023
10/11/2023

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS