segunda, 20 de maio de 2024
Educação
18/09/2023 | 15:00

CAMBORIÚ: Saiba como retirar a declaração de vacinação para fazer a rematrícula escolar

As Secretarias de Saúde e Educação de Camboriú firmaram um acordo nesta quinta-feira, dia 14, para a antecipação da retirada da declaração de vacinação em dia. O documento é um pré-requisito para a rematrícula escolar. A ação ocorrerá em 10 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município e terá a concentração (sede) na Policlínica Municipal, das 9 às 17h. A declaração também será emitida no Dia D+ Saúde, que será realizado no dia 21 de outubro e que é promovido por meio do Departamento de Vigilância Epidemiológica (DVE) e Atenção Básica e contará com diversas atividades e atendimentos em saúde.
 
Segundo a secretária de Saúde, Elisama de Freitas, o acordo tem o objetivo de trazer mais dinamismo à entrega das declarações e comodidade aos pais. “Temos dois objetivos com essa iniciativa. A primeira é diminuir as filas durante o final do ano, onde muitos pais procuram as Unidades de Saúde para conseguir o documento. Queremos evitar esse transtorno. A outra, é estimular a população a participar do Dia D+ Saúde, que contará com diversas atividades voltada a população”, comenta.
 
A secretária de Educação, Maria Alice Pereira, ressalta como a vacinação é importante para a saúde no meio escolar. “Ela protege não apenas os alunos, mas também professores e funcionários. Ao criar uma barreira imunológica, as vacinas reduzem significativamente o risco de surtos de doenças contagiosas, garantindo um ambiente de aprendizado seguro e produtivo para todos os envolvidos na educação”, conclui.
 
Já o coordenador do DVE, Thiago Vilcinskas, comenta que o Dia D da Campanha de Multivacinação será uma ação especial, que promete movimentar os moradores do município. “Estamos com muitas atividades planejadas e em breve vamos divulgar a programação do evento, que além de saúde trará também entretenimento a todas as faixas etárias. Queremos que os moradores reservem essa data e participem do evento que está sendo montado com muito carinho”, ressalta.
 
Ter a carteira atualizada é essencial para que a Secretaria de Estado da Saúde tenha controle do número de tipos de vacinas e doses aplicadas nos municípios, além do que este documento também está sendo exigido por diversos países no momento do desembarque. Atualmente o Sistema único de Saúde (SUS) disponibiliza, de forma gratuita, 20 tipos de vacinas, que ajudam na prevenção de diversas doenças para crianças, adolescentes, adultos, idosos e gestantes.

JORNAL IMPRESSO
17/05/2024
10/05/2024
03/05/2024
26/04/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS