quarta, 28 de setembro de 2022
Educação
16/09/2022 | 19:54

Projeto Futuros Disruptivos utiliza a educação criativa para fomentar a inovação

A partir da próxima terça-feira, dia 20, alunos da rede municipal de ensino começam uma jornada de aprendizado para a inovação em Balneário Camboriú. A segunda edição do projeto Futuros Disruptivos foi lançada nesta quinta-feira (15), em um auditório lotado de crianças e adolescentes, seus familiares, professores e autoridades. O projeto é realizado por meio de uma parceria colaborativa entre Univali, Prefeitura de Balneário Camboriú, Acibalc, Sebrae, Credifoz e Oceanic Aquarium. 
 
A professora da Univali Bianka Cappucci Frisoni, idealizadora da proposta, explica que o programa utiliza os princípios da aprendizagem criativa para romper com a formalidade na maneira de pensar, incorporando metodologias com concepção mais ágil para a resolução de problemas e elaboração de projetos, como o Design Thinking. As aulas ocorrerão até o mês de novembro, com oficinas práticas que proporcionam reflexão e experimentação. 
 
“O projeto também possibilita levar à comunidade a expertise da universidade e trazer os estudantes para vivenciarem os nossos espaços. Teremos profissionais incríveis de várias áreas dando inputs para despertar o interesse dessas crianças para continuarem estudando e atuando de maneira colaborativa em diferentes espaços da nossa sociedade”, ressalta Bianka, destacando que o projeto encerra com um grande desafio onde as equipes poderão apresentar soluções para problemas que fazem parte da realidade deles.
 
Nesta edição, o grupo também vai vivenciar experiências dentro de empresas parceiras, como o Oceanic Aquarium. A bióloga e educadora ambiental Sabrina do Nascimento explica que a proposta é apresentar a riqueza da biodiversidade local, contribuindo para o desenvolvimento de uma consciência ambiental no cotidiano. 
 
A secretária municipal de Educação de Balneário Camboriú, Marilene Rosana Severino Cardoso, disse que o sucesso obtido já na primeira edição do projeto despertou a Rede Municipal de Ensino para a necessidade de formatar um currículo de inovação para os alunos, que deve ser incorporado a partir das crianças da educação infantil. 
 
Entre os estudantes, muita ansiedade. Luana de Oliveira tem 14 anos e diz que tem muitas ideias para o futuro, entre elas, ser arquiteta. “Vou me esforçar para alcançar o que pretendo e sei que o projeto vai me proporcionar muitas coisas que eu ainda não vivi ou aprendi”, comemora. Caio Miguel Costa, 13, quer ser advogado e nutre expectativas bem altas com o projeto. “O projeto vai influenciar muito as nossas vidas, abrir nossas mentes, e poderemos chegar em lugares que não conseguiríamos sem ele”, comenta.
 
O poder das parcerias
A diretora-presidente da BC Investimento, Maria Pissaia, que representou o prefeito Fabrício Oliveira no lançamento, lembrou que o grande diferencial do projeto é a junção de esforços na elaboração e execução das ações, abrangendo a iniciativa privada, o poder público e a universidade para oferecer um programa de desenvolvimento às próximas gerações, totalmente alinhado com a nova realidade digital que vivemos. “Sabemos que o desenvolvimento das gerações ocorre em etapas e boas sementes de inovação e tecnologia serão lançadas durante a capacitação, gerando habilidades para as demandas do mundo”, disse.
 
O presidente da Associação Empresarial de Balneário Camboriú e Camboriú (Acibalc), Héderson Cassimiro, lembrou das dificuldades da própria trajetória como empreendedor e entusiasta da inovação encontrada durante o seu desenvolvimento. “Se naquela época eu pudesse contar com um projeto como este, certamente teria sofrido bem menos”, compartilhou, parabenizando aos parceiros por oportunizar já na adolescência uma bagagem que será positiva na formação dos futuros empreendedores e profissionais que estarão inseridos no ecossistema de empreendedorismo e inovação da região. 
 
Aline Zanella, analista de negócios do Sebrae, evidenciou a oportunidade que o projeto dá aos jovens na expansão do conhecimento com foco na inovação, contribuindo para aqueles que se tornarem empresários uma maior consciência para criar os futuros disruptivos tão necessários. Quem também ressaltou os benefícios do projeto para a comunidade foi o conselheiro administrativo da Credifoz, José Santos Pereira. “Participar do projeto possibilita à Cooperativa cumprir dois importantes princípios. Investir na educação para a transformação de vidas e contribuir para o desenvolvimento da comunidade onde estamos presentes”, destacou. 
 
Trilha formativa
Até novembro, os estudantes passarão por 8 módulos de conhecimento, com oficinas às terças e quintas-feiras, no período vespertino. No decorrer da formação serão abordadas questões relacionadas ao indivíduo, relacionamentos interpessoais, ambiente, empreendedorismo e o indivíduo como agente de transformação. 
 
Módulo 1: Heróis com Propósito | Oficina Autodescoberta e Confiança Criativa
Módulo 2: Como Vamos Mudar o Mundo? | Oficinas Empatia; Resolução de Problemas;  Inovação Social 
Módulo 3: Arquitetando um Plano! | Oficina Habilidades e Etapas de Gestão de Projeto
Módulo 4: Guia prático: ajudando a cuidar da natureza | Vivência sobre Sustentabilidade e Turismo no Oceanic Aquarium
Módulo 5: OMG! Essa é uma ótima ideia! | Oficinas Ferramentas Visuais; Como Lidar com Julgamentos e Divergências; Rede de Ideias
Módulo 6: XP Maker – Digital e Manual | Oficinas Prototipagem de Ideias; Experimentação e Ferramentas Tecnológicas
Módulo 7: Educação Financeira | Oficinas Quero Empreender, e Agora?; Poupar para Focar; Ganhar e Evoluir
Módulo 8: UHU! Hora de Hitar a IDEIA | Oficinas Comunicação não Violenta; Marketing e Publicidade; Redes Sociais

JORNAL IMPRESSO
23/09/2022
16/09/2022
09/09/2022
02/09/2022

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS