quinta, 30 de junho de 2022
Economia
10/06/2022 | 15:12

Síntese Anual da Agricultura: nova publicação confirma novos recordes em Santa Catarina

Em 2021, o Valor de Produção Agropecuária (VPA) de Santa Catarina foi o maior da história: ficou em R$ 55,8 bilhões, superando em 36,4% o recorde alcançado em 2020, que foi de R$ 40,9 bilhões. Outro recorde registrado no agronegócio catarinense foi nas exportações: US$ 6,9 bilhões, superando em 21% os US$ 5,7 bilhões de 2020 e quase 10% maior do que os US$ 6,3 bilhões de 2018, recorde até então.
 
Esses e outros números fazem parte da 42ª edição da Síntese Anual da Agricultura de Santa Catarina, publicação anual da Epagri/Cepa lançada em uma transmissão on-line nesta quinta-feira, 9 de junho, no canal de capacitações da Epagri, no YouTube. O documento também disponibiliza dados, informações e conhecimentos sobre a utilização do crédito rural por agricultores e cooperativas e, principalmente, sobre o desempenho produtivo e mercadológico das principais cadeias produtivas dos setores agrícola, pecuário, florestal e aquícola de Santa Catarina.
 
::: Confira a publicação completa da Epagri
 
“A apresentação desses números mostra para a sociedade a importância que o agro tem dentro do Estado, reforçando a necessidade de políticas públicas, infraestrutura e legislação adequadas de forma a sempre melhorar a performance do setor que responde por 30% do PIB catarinense e 70% das exportações”, afirma o presidente da Epagri, Giovani Canola. Para ele, a Síntese é uma publicação que deve estar sempre na mão das pessoas que respiram a economia e a agropecuária catarinense.
 
Valor de Produção Agropecuária
 
O VPA mostra a evolução do desempenho das lavouras e da pecuária no decorrer do ano e é calculado com base na produção agropecuária e nos preços recebidos pelos produtores nas principais praças do estado. Em 2021, o crescimento se deu basicamente pelo aumento dos preços médios recebidos pelos produtores, 20% superiores aos obtidos em 2019, com destaque para o acréscimo nos preços dos frangos e bovinos, dos grãos e da madeira de processamento industrial.
 
A produção teve um crescimento de apenas 2%, limitada pela expressiva redução do volume produzido de milho e milho silagem, em razão dos efeitos da estiagem e do ataque da cigarrinha na cultura. Com relação à diversificação produtiva da agropecuária estadual, constata-se uma forte concentração econômica das atividades, com poucos produtos representando grande parte do valor da produção agropecuária de Santa Catarina. Em 2021, a soma do valor da produção dos quatro produtos mais importantes representou 62,3% do VPA estadual: suínos (22,9%), frangos (17,1%), soja (11,3) e leite (11,0%).
 
Exportações
 
O agronegócio respondeu por 67% do valor total das exportações catarinenses de 2021, que atingiu US$10,3 bilhões. A performance do agronegócio nas vendas de Santa Catarina ao exterior em 2021 mantém a agricultura e a agroindústria há quatro anos consecutivos com participação superior a dois terços do valor total das exportações do Estado. As maiores contribuições para o forte crescimento do valor exportado vieram das exportações de produtos de madeira (+46,7%), de móveis de madeira (+34,9%), de couros (+32,8%), de carne de frangos (+22,7%) e de carne de suínos (+19%).
 
Mesmo com a redução de sua importância relativa nas exportações ao longo do tempo, a carne de frango segue destacadamente como o principal produto das exportações do agro de Santa Catarina, representando 26,6% do valor exportado pelo setor (já foi mais de 40%) e 17,9% do valor total das exportações catarinenses.
 
 
 
Crédito Rural
 
Em 2021, de acordo com os dados do Banco Central, foram contratadas 1,95 milhão de operações de crédito rural em Santa Catarina, crescimento de 1,56% em relação a 2020. Com relação aos valores aplicados, em 2020 o montante foi de R$205,85 bilhões, aumento de 15,29% em relação a 2019 em valores nominais. Em 2021, o montante aplicado foi de R$285,07 bilhões, aumento de 38,48% em relação a 2020.
 
O Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) é o principal programa de crédito rural para a agricultura familiar. Caracteriza-se pelo fato de ser um programa de desenvolvimento rural inclusivo e de alta relevância econômica e social para o país. Em Santa Catarina, no ano de 2020 foram contratadas 91.543 operações de crédito no Pronaf, crescimento de 7,98% em relação ao ano de 2019, quando foram contratadas 84.780 operações, entre custeio e investimento.
 
Quanto ao volume de crédito, em 2020 foram aplicados R$4,37 bilhões, crescimento de 25,57% em relação a 2019, quando foram aplicados R$3,48 bilhões. Em 2021, os dados do Banco Central indicam a aplicação de R$5,43 bilhões, o maior volume de recursos em termos nominais aplicados no Estado pelo Pronaf em crédito para custeio, investimento e agroindustrialização.
 
Confira esses e outros números acessando aqui a íntegra da Síntese Anual da Agricultura de Santa Catarina.

JORNAL IMPRESSO
24/06/2022
17/06/2022
10/06/2022
03/06/2022

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS