quinta, 23 de setembro de 2021
Esportes
02/09/2021 | 14:17

Atleta de Itajaí garante vaga no Sulamericano de Maratonas Aquáticas

Itajaí estará representada no Campeonato Sulamericano Juvenil de Maratonas Aquáticas, que acontecerá na Bolívia, de 2 a 4 de novembro. Lucas Davesac, que treina pela equipe Itamirim / Novos Cielos / Nadar, conquistou a vaga ao vencer a prova de 7,5km (1h31min08s) válida pela terceira etapa do Campeonato Brasileiro da modalidade, disputada no último fim de semana (28 e 29 de agosto), em Palmas (TO).
 
Na mesma competição, o jovem nadador de 16 anos ainda conquistou o primeiro lugar na prova de 5km (58min48s – quarto melhor tempo no geral). Como já havia vencido estas mesmas provas, nas etapas de São Luiz (MA) e Salvador (BA), ele mantém a liderança do ranking nacional na categoria Juvenil.
 
“Será minha primeira vez em uma competição fora do Brasil. Então é uma emoção diferente representar o nosso País numa competição importante como o Sulamericano. Agora é manter o foco e continuar o que tenho feito até aqui com suporte da minha família, técnico e companheiros de equipe”, declara.
 
Maior projeto da América Latina
Atualmente, por conta da pandemia, o Instituto Nadar tem cerca de 2.260 alunos distribuídos nos núcleos de Itajaí (3), Navegantes e Blumenau. Mas a expectativa é que o projeto, com o avanço da vacinação, possa readequar os intervalos de treinamentos para voltar a atender mais de 5 mil pessoas [da iniciação ao alto rendimento], consolidando-se assim como a maior iniciativa social de natação na América Latina.
 
Sobre o Novos Cielos
Trata-se de mais um dos projetos idealizados pelo campeão olímpico César Cielo, através do seu instituto. A proposta é oportunizar e ampliar a prática e o aperfeiçoamento da natação para crianças e adolescentes.  Em Itajaí, o projeto Novos Cielos em parceria com o Instituto Nadar é apresentado pelo Ministério da Cidadania, através da Lei de Incentivo ao Esporte, Sportv, Mattos Filho, Lojas Renner e Prefeitura de Itajaí.
 
O Atleta
Único campeão olímpico da natação brasileira, Cesar Cielo tem um currículo que o credencia a desenvolver projetos na modalidade. Além de três medalhas olímpicas (Pequim/2008 e Londres/2012), conquistou 16 medalhas em Mundiais (Indianápolis/2004, Roma/2009, Dubai/2010, Xangai/2011, Barcelona/2013 e Doha/2014), 11 delas de ouro.
 
É tricampeão mundial dos 50m livre e bicampeão mundial dos 50m borboleta e é também o recordista mundial dos 50m (20s91) e dos 100m (46s91), no estilo livre. É o mais rápido do mundo também na era pós-trajes (21s32). Soma, ainda, oito medalhas ganhas em Pan-Americanos (Rio/2007 e Guadalajara/2011), sete delas de ouro.
 
Lucas Davesac (esq) ao lado do téc. Roberto Facchini

JORNAL IMPRESSO
17/09/2021
10/09/2021
03/09/2021
27/08/2021

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS