quinta, 02 de dezembro de 2021
Cultura
12/07/2021 | 14:19

Rede de Teatros Sesc apresenta nove espetáculos on-line em julho

Entre os dias 15 a 31 de julho o Sesc Santa Catarina programou nove apresentações pela Rede de Teatros Sesc e três oficinas. As apresentações são realizadas em formato digital pelo YouTube do Sesc Santa Catarina e as oficinas via Google Meet. Como a programação não ficará disponível posteriormente, o público está convidado a participar no horário marcado.
Show “Lamuka”, com Marissol Mwaba (Florianópolis/SC)
Foto: Guilherme Meneghelli
 
15 de julho – 20h / 45 minutos / Livre - Haverá bate-papo com a artista após a apresentação.
 
Marissol Mwaba, cantora, compositora e instrumentista brasileira de origem Congolesa reflete em seu trabalho diversas influências musicais unidas ao panorama cultural africano. Em 2019, abriu os shows de Emicida no Circo Voador e de Xênia França em Florianópolis. Lamuka, nome de seu show que será exibido ao vivo, significa despertar/acordar em Swahili, segunda língua da artista de família oriunda da República Democrática do Congo.
 
O show que é executado nos cruzamentos entre palavras recitadas, violão e canção foi estreado em novembro de 2018 em São Paulo e conta com as mais recentes composições de Marissol, unindo as variadas facetas culturais que a compõem refletidas em sua experiência artística.
 
  
 
 
 
 
Performance “Homens Pink”, com Cia La Vaca (Florianópolis/SC)
 
16 de julho – 20h / 47 minutos / 14 anos - Haverá bate-papo com a artista após a apresentação.
 
Homens Pink é uma performance documental solo de Renato Turnes que parte dos relatos de homens gays idosos para atualizar memórias de resistência e celebrar a experiência de sobreviventes. Memórias pessoais do performer se fundem a lembranças emprestadas: a infância, o sexo, o fervo, a epidemia, a luta e a inexorável passagem do tempo. O orgulho de existir é festejado em fragmentos épicos que revivem espectros narrativos através de histórias, fotos, vídeos e objetos que reelaboram a experiência coletiva de corpos dissidentes.
 
  
 
 
 
 
Show “Cara a Cara”, com Marcoliva (Florianópolis/SC)
Fotos: Guto Campos
 
17 de julho – 20h / 45 minutos / Livre - Haverá bate-papo com a artista após a apresentação.
 
O compositor Marcoliva traz à Rede de Teatros do Sesc o show Cara a Cara. Brincando com a ideia da música súbita e as novas formas de criação musical na era da informação, o compositor traz ao palco canções próprias e em parcerias com Aline Maciel, Milu Leite, Christian Von Koenig, Dennis Radünz e Vinícius Alves. A riqueza rítmica incorporada pelos percussionistas Alexandre Damaria e Rodrigo Campos, assim como a base marcante de Fábio Carlesso, tem forte presença no trabalho, criando uma base perfeita para o contraponto do violão e as costuras sonoras do multi instrumentista Rafael Meksenas.
 
  
 
 
 
 
Espetáculo “Vozes Vivas – Histórias de São João Maria, com Cia Contacausos (Chapecó/SC)
Foto: Camila Almeida
 
18 de julho – 20h / 41 minutos / 10 anos - Haverá bate-papo com a artista após a apresentação.
 
“São João Maria foi um monge andarilho que andou por essas terras dizendo as verdades, e tudo que ele falava o povo guardou por lembrança e é uma memória viva deles. No tempo d'antes só tinha isso pra acreditar." Vozes Vivas é fruto do trabalho de pesquisa com narrativas orais compiladas em comunidades caboclas no oeste catarinense, essas narrativas mesclam-se com a experiência afetiva da atriz Josiane Geroldi na busca pelas histórias deste personagem. O espetáculo será transmitido em sua versão adaptada.
 
  
 
 
 
 
Oficina “Construção de Boneco Manipulado”, com Muriel Szym da Essaé Cia (Joinville/SC)
 
19, 21 e 23 de julho – 16h às 18h (dias 19 e 23) e das 14h às 18h (dia 21)
 
A proposta da oficina de construção de boneco se baseia no modelo de boneco apresentado na peça "A Última aventura de Gilgamesh" da Essaé Cia. O boneco a ser construído é inspirado no Bunraku, uma técnica de teatro de bonecos japonesa, onde os bonecos são manipulados por até quatro pessoas. O Bunraku, por sua vez, inspirou a técnica de manipulação mais conhecida no ocidente como "manipulação direta". O participante da oficina irá construir seu boneco, seguindo as instruções do ministrante, porém com a liberdade de criar expressões, formas, adereços e personalidades não precisando copiar a 'cara' do boneco que estará sendo demonstrado como modelo.
 
Idade: a partir de 18 anos
Público-alvo: artistas, artesãos, professores e demais públicos interessados
Plataforma: Google Meet
 
  
 
 
 
 
"Oficina de Palhaçaria", com Thuani Stolf da Essaé Cia (Joinville/SC)
 
22 de julho – 8h às 12h e das 14h às 18h
 
A Oficina terá duração total de 8 horas (4h pela manhã e 4h – tarde) em que serão vivenciadas técnicas do teatro de Palhaçaria com o objetivo de despertar o estado poético, cômico e trágico da essência do palhaço. Que talvez seja o que faz um rei tornar-se herói, pois faz da sua humanidade imperfeita a glória de estar plenamente vivo, sendo também generoso ao compartilhar sua vulnerabilidade com o público.
 
Idade: a partir de 12 anos
Público-alvo: estudantes de teatro, contadores de histórias, professores, palhaços e atores
Plataforma: Google Meet
 
  
 
 
 
 
"Oficina Cenografia Digital: concepção de espaços cênicos para dispositivos de projeção", com Eranos Círculo de Arte (Itajaí/SC)
Foto: Kamila Souza
 
24 e 25 de julho – 9h às 12h e das 14h às 17h
 
A oficina propõe um espaço de discussão e exercícios de criação, sobre projetos de cenografia construídos para se relacionar com aparatos audiovisuais, em especial através do uso de projetores digitais. Abordará referências, conceitos de design, ferramentas, questões técnicas relevantes ao projeto, além de exercícios práticos de criação cenográfica com base nesse eixo.
 
Idade: a partir de 14 anos.
Público-alvo: diretores, cenógrafos, estudantes das artes cênicas, não necessita experiência prévia
Plataforma: Google Meet
 
  
 
 
 
 
Espetáculo "Um Príncipe Chamado Exupéry", com Cia Mútua (Itajaí/SC)
Foto: Fernando Honorato
 
27 de julho – 20h / 43 minutos / Livre - Haverá bate-papo com a artista após a apresentação.
 
Exupéry é um jovem e destemido aviador. Ele e seus amigos, que juntos formam "os cavaleiros do céu”, enfrentam o mar, o céu e o ar; a noite, o deserto, as montanhas e as tempestades para cumprir seu ofício: transportar o correio aéreo. Essa vida de perigo, mistério e aventura inspira Exupéry a começar a escrever sua obra. O aclamado espetáculo será exibido em sua versão audiovisual, especialmente adaptada para o ambiente virtual.
 
  
 
 
 
 
Show "Lá e Cá: Cantos e Causos Lusófonos" – Tatiana Cobbett convida Fábio Oliveira (Florianópolis/Lisboa)
Foto: Andre Maia
 
28 de julho – 20h / 45 minutos / Livre - Haverá bate-papo com a artista após a apresentação.
 
"La e Cá - Cantos e Causos Lusofónos" trabalho cujo o fio condutor são artistas e compositores brasileiros e portugueses que tenham alguma ligação seja por laços de parentesco ou afinidades. Através deste olhar a pesquisadora e artista apresenta e reforça suas referências que pautam seu processo de residência focado na lusofonia, autoralidade e parceria. Na temporada no Brasil, Tatiana Cobbett convidou o pianista: Fabio Oliveira para uma troca conjunta, dividindo saberes, práticas e formas de criar.
 
  
 
 
 
 
Espetáculo "Barrica Poráguabaixo", com Palhaça Barrica (Chapecó/SC)
Foto: Henrique Pereira
 
29 de julho – 20h / 45 minutos / Livre - Haverá bate-papo com a artista após a apresentação.
 
A Palhaça Barrica quer ir à praia e isso é um bom motivo para atrapalhações. Num lugar de proximidade com o público e utilizando-se de recursos concretos e imaginários, a Palhaça lança mão de toda a sua graça e sensibilidade para realizar seu sonho vencendo os limites impostos pelos padrões a fim de alcançar o prazer e a alegria, em momentos de pura brincadeira consigo mesma e com a plateia.
 
  
 
 
 
 
Espetáculo "O Velho Lobo do Mar", com Trip Teatro (Rio do Sul/SC)
Foto: Fabrício Salim
 
30 de julho – 20h / 20 minutos / Livre - Haverá bate-papo com a artista após a apresentação.
 
Perdido em uma ilha esquecida em algum lugar do Atlântico, seja subindo em um coqueiro atrás de alimento, tentando convencer uma minhoca a ir para o anzol, em busca de um tesouro ou até mesmo fazendo amizade com uma orca, Charlie mostrará a todos que para tudo na vida há uma saída e que por isso ele é conhecido pelos Sete Mares como "O Velho Lobo do Mar”.
 
  
 
 
 
 
Show “As Paredes têm Ouvidos”, com A Corda em Si e Rodrigo Gudin Paiva (Florianópolis/SC)
Foto: Antonio Rossa
 
31 de julho – 20h / 45 minutos / Livre - Haverá bate-papo com a artista após a apresentação.
 
Cuidado! As paredes têm ratos e os ratos têm ouvidos... o que acontece dentro da sua casa é do nosso interesse? É do Interesse do seu vizinho? Ou dos governantes? Nós estamos por toda a parte... e precisamos de você! Afinal, somos todos farinha do mesmo saco!
 
Contrabaixo, vozes e percussão.
Hoje
Pesadelo e sonhos
Efeitos sonoros
Projeções
Tudo isso misturado e mais o barulho do liquidificador no quarto
Quarto álbum
Cuidado!
As paredes têm ouvidos.
 
  
 
Confira abaixo o que está em cartaz de 15 a 31 de julho:
 
15.07: 20h – Show “Lamuka”, com Marissol Mwaba (ao vivo)
16.07: 20h – Performance “Homens Pink”, com Cia La Vaca (vídeo)
17.07: 20h – Show “Cara a Cara”, com Marcoliva (ao vivo)
18.07: 20h – Espetáculo “Vozes Vivas”, com Cia Contacausos (vídeo)
19, 21 e 23.07: Oficina “Construção de Boneco Manipulado”, com Muriel Szym/Cia Essaé (Joinville/SC) – Dia 19 (16h às 18h), dia 21 (14h às 18h) e dia 23 (16h às 18h)
22.07: 8h às 12h e 14h às 18h – Oficina “Palhaçaria”, com Thuani Stolf da Essaé Cia (Joinville/SC)
24 e 25.07: 9h às 12h e 14h às 17h – Oficina “Cenografia Digital: concepção de espaços cênicos para dispositivos de projeção”, com Eranos Círculo de Arte
27.07: 20h – Espetáculo “Um Príncipe Chamado Exupery”, com Cia Mutua (vídeo
28.07: 20h – Show “Lá e Cá: Cantos e Causos Lusófonos”, Tatiana Cobbett convida Fábio Oliveira (vídeo)
29.07: 20h – Espetáculo “Barrica Poráguabaixo”, com Palhaça Barrica (ao vivo)
30.07: 20h – Espetáculo “O Velho Lobo do Mar”, com Trip Teatro de Animação (ao vivo)
31.07: 20h – Show “As Paredes têm Ouvidos”, com A Corda em Si e Rodrigo Gudin Paiva (ao vivo)
 
+Informações no site: sesc-sc.com.br
 
O Sesc Santa Catarina retomou a sua programação cultural de espetáculos em junho com a Mostra On-line do Baú de Histórias, projeto que dissemina a arte da contação de histórias em Santa Catarina há 18 anos, incentivando o hábito da leitura em crianças e jovens.

JORNAL IMPRESSO
26/11/2021
19/11/2021
12/11/2021
10/11/2021

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS