domingo, 20 de junho de 2021
Geral
09/06/2021 | 09:05

Semasa inicia implantação de mais 41 quilômetros de redes de tratamento de esgoto

O Semasa iniciou, nesta terça-feira (8), mais uma etapa de implantação da rede coletora de esgoto, que prevê o investimento total de R$ 11,5 milhões em 41 quilômetros de extensão. Os trabalhos estão concentrados nas proximidades do Parque Ecológico Alessandro Weiss, no bairro São João, nas ruas Fridolin Erthal Júnior e Fábio Cesário Pereira. Ao final de cada semana, será divulgada a programação de atividades para o período seguinte. 

Além da atual equipe, outras duas vão trabalhar no bairro São João em paralelo. O contrato abrange ainda ruas dos bairros Nossa Senhora das Graças, Dom Bosco, São Judas e Vila Operária, no âmbito do Programa Saneamento para Todos. 

Já no Cidade Nova, 98% das redes coletoras estão implantadas, o que inclui a recolocação do asfalto. Na região, foram 1.121 ligações executadas em imóveis. A empresa responsável deverá ainda concluir a estação elevatória da bacia, que está em cerca de um terço do total, e o revestimento final da rua Otto Hoier, previsto para o próximo mês. 

Nas frentes de trabalho na Murta, as atividades desta semana estão concentradas nas ruas Eurípedes Amorim Leal e Luís José Medeiros, avançando em breve para a Vereador Telêmaco de Oliveira. A previsão de conclusão é em agosto deste ano.

Conforme o diretor geral do Semasa, Rafael Luiz Pinto, o novo contrato de esgotamento sanitário soma ao maior volume de obras e ações em saneamento da história de Itajaí. Ao todo, mais de 100 quilômetros de redes coletoras de esgoto estão sendo instaladas. Neste ano, Itajaí alcançará 58% do território urbano com rede, equivalente à ampliação de 123% além da cobertura atual. Para receber os efluentes dos bairros Cordeiros, Cordeiros/Murta, São Vicente e Cidade Nova, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) está sendo ampliada com um novo módulo. Além disso, o Semasa vai construir três novos tanques, tendo sua capacidade ampliada de 130 litros por segundo para 630 litros por segundo. “O investimento feito em tratamento de esgoto reflete em qualidade de vida e saúde. Entendemos que obras como essa geram transtornos, alteram a rotina de moradores de maneira temporária, porém os benefícios para a cidade serão permanentes. Este será um ano em que veremos muitas obras acontecerem em saneamento aqui em Itajaí. O município está crescendo e o Semasa acompanha esse desenvolvimento”, observa o diretor.


JORNAL IMPRESSO
18/06/2021
11/06/2021
04/06/2021
28/05/2021

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS