sexta, 24 de setembro de 2021
Cultura
14/04/2021 | 12:18

Livro apresenta registro inédito sobre a produção teatral em Itajaí

A história do teatro em Itajaí começou em 1897, no entanto, foi nas décadas de 1970 e 1980 que a produção teatral da cidade tomou algum fôlego com o surgimento de grupos teatrais. Com o passar dos anos a cidade conquistou destaque estadual com uma larga tradição teatral, numerosos artistas e uma capacidade de difusão e produção que impressionam. A trajetória da produção de teatro será apresentada em um registro inédito por meio da publicação de um livro a ser lançado nesta quinta, dia 15/04, às 20 horas, com autoria de Karoline Gonçalves e Afonso Nilson.
 
Foram realizadas 20 entrevistas aproximadamente, com gente que fez ou faz, vive ou viveu o teatro em Itajaí nas últimas três ou quatro décadas ao menos. Estão registradas memórias de 18 coletivos teatrais (por alguns denominados companhias de teatro e por outros grupos de teatro). Narrativas que revelaram o protagonismo dessa “gente do teatro” no desenvolvimento da linguagem, na criação de políticas públicas culturais para a cidade. 
 
“Não é sorte e nem coincidência que Itajaí possui um Teatro Municipal, Casa da Cultura, Lei de Incentivo à Cultura, editais diversificados e Fundação Cultural. Tudo isso é resultado de muita luta, de organização e de artistas engajados. Foram ações de relevância histórica ‘das lutas coletivas’, protagonizadas por gente de teatro. Me sinto honrada em trabalhar no registro da trajetória de tanta gente, de tantos Grupos e Cias que conjuntamente edificaram o movimento de Teatro da cidade de Itajaí”, enfatiza uma das autoras do livro, Karoline Gonçalves.
 
 
Para Afonso Nilson, um dos autores, a motivação para participar deste projeto de pesquisa veio de suas inquietações que iniciaram em 2008, quando trabalhava como curador de um espaço teatral em Florianópolis-SC. “Queria saber como Itajaí conseguia manter uma produção tão diversificada, com tanta constância na qualidade e feita por artistas que viviam exclusivamente de teatro? Como a cidade conseguia manter uma produção tão constante e uma inserção tão contínua nos circuitos e premiações nacionais? Não era apenas uma questão de recursos  financeiros. Cidades maiores e mais ricas não conseguiam, nem de longe, se equiparar com a produção teatral de Itajaí”, conta o autor.
 
O livro será lançado em transmissão ao vivo em dois canais de Youtube, da produtora Subjétil e da editora Traços e Capturas. O livro digital terá distribuição gratuita em endereço a ser informado no evento de lançamento.
 
Este projeto foi aprovado no edital nº 011/2020, de credenciamento de prêmios e projetos artístico-culturais, da Fundação Cultural de Itajaí , com recursos oriundos da lei nº 14.017 de 29 de junho de 2020 – Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc.

JORNAL IMPRESSO
17/09/2021
10/09/2021
03/09/2021
27/08/2021

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS