quarta, 14 de abril de 2021
Geral
24/02/2021 | 08:55

PENHA: Falta de caminhão-pipa para abastecer escola gera nova notificação contra concessionária

A Gerência de Concessões do Governo Municipal de Penha notificou extra-judicialmente a concessionária Águas de Penha nesta quarta-feira, 23 de fevereiro, em virtude da falta de caminhão-pipa emergencial para suprir um desabastecimento no Grupo Escolar Municipal Antônio José Tiago, do bairro Nossa Senhora de Fátima.

 

A unidade de ensino teve um problema de bombeamento para a caixa reserva da escola, que a deixou sem água para merenda, limpeza e demais demandas, segundo informou a diretora Gertrudes Rogalsky. A gerência do Governo Municipal solicitou o caminhão-pipa à concessionária que explora os serviços de água e saneamento, e através de um dos responsáveis, foi informada que esse veículo não estava à disposição.

 

Segundo Luciano Mendes, gerente de concessões do Município, a unidade de ensino solicitou o abastecimento alternativo logo pela manhã de hoje, ao constatar a fraca pressão d’água na rede – o reservatório fica num andar superior, na área interna. “Se trata de uma escola de nível fundamental, que possui uma série de crianças e pré-adolescentes e é inadmissível ficar o dia todo sem água”, pontuou Luciano, na notificação. Uma equipe da concessionária teria ido ao local, mas o abastecimento emergencial não ocorreu. 

 

O gerente ainda observou que a unidade de ensino carecia atender as recomendações de higiene que a Organização Mundial de Saúde (OMS) preconiza em relação ao período de pandemia da Covid-19. “E os alunos ficaram impossibilitados de ter suas refeições, em virtude da falta d’água”, acrescentou.

 

A notificação extrajudicial foi então autorizada pelo prefeito Aquiles da Costa, que pediu à concessionária reverter o problema, além de cumprir o contrato de concessões que prevê disponibilidade de água para equipamentos públicos em situações emergenciais.

 

Ainda de acordo com a diretora Gertrudes, a assistência da Prefeitura foi vistoriar o local no início da tarde de ontem. Ao final da tarde, a pressão da água voltou. A Secretaria de Serviços Urbanos fará uma revisão completa do sistema ainda nesta semana, para verificar se há algum problema na área interna da escola que possa estar dificultando esse bombeamento,ou se é alguma avaira na rede externa.


JORNAL IMPRESSO
09/04/2021
01/04/2021
26/03/2021
19/03/2021

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS