quinta, 24 de setembro de 2020
12/08/2020 - 15:58

Macrodrenagem da Bacia do Rio Bonito chega à rua Eudoro Silveira

Rua Biguaçu recebe recuperação e pavimento

O maior investimento na prevenção de cheias e alagamentos na história de Itajaí já implantou mais de 700 metros de galerias e tubos na Macrodrenagem da Bacia do Rio Bonito. No total, serão mais de 5 quilômetros da rede de drenagem pluvial responsável por eleminar os problemas de alagamento no bairro São Vicente.

As obras concluíram 246 metros de galerias duplas de 2,5x1,5 metros na rua Biguaçu e outros 472 metros de galerias de 1,5x1,5 metro, além de 161 metros de tubos de 1 metro de diâmetro na rua Eudoro Silveira. Os serviços seguem na pavimentação e recuperação das calçadas nas duas vias.

O sistema de macrodrenagem da Bacia do Rio Bonito compreende 5,079 quilômetros de galerias e tubulação em 10 ruas na localidade. As próximas etapas compreenderão a rua Arquiteto Nilson Edson dos Santos onde serão implantados 636 metros em galerias de 2,5x1,5 metros. Uma galeria de 2x1,5 metros se ligará na rua Acedilio Monteiro de Lima. Já na Erico Veríssimo serão 406 metros de galerias de 1,5x1,5 metro e outros 169 metros de tubulação de 80 centímetros de diâmetro. Outros 185 metros de tubos de 0,8 metros de diâmetro serão colocados na rua Bom Retiro. Na rua Erotides da Silva Fontes implantarão 231 metros de tubos de 1,2 metros de diâmetro. Mais 460 metros de tubos de 1 metros na Expedicionário José Inácio Silveira; 183 metros de tubos de 0,8 metro na rua Orleans; e na rua Satyro Loureiro 625 metros de tubulação, sendo 473 metros de 120 centímetros de diâmetro e 152 metros de tubos de um metro.

Os trabalhos são realizados em etapas para minimizar o impacto das obras na região e em parceria com a implantação da rede coletora de esgoto do Semasa. A cada rua concluída, as obra seguem com as galerias e tubos para as ruas no entorno.

Mais investimentos em Macrodrenagem
O Município de Itajaí já licitou outros 4,3 quilômetros de macrodrenagem nos bairros Dom Bosco, Fazenda e Cordeiros. O investimento total nessa obras é de mais de R$ 17 milhões. Na Fazenda, as galerias da rua João Fernandes Vieira somarão 720 metros com 400 metros de 2x1,5 metros e outros 320 com 3x1,5 metros. Já no Dom Bosco a rua João Goulart terá 675 metros de drenagem pluvial. Com 36 metros de galeria de 3x1,5 metros e os 639 metros com galerias de 2x1,5 metros.

Por fim, em quase três quilômetros de tubos e galerias, a rede de macrodrenagem de Cordeiros atenderá 7 ruas (Jovito Anacleto, José Luciano Pereira, Henrique Borba dos Santos, Santo Agostinho, Adolfo José de Assis, São Cristóvão e Fernando Vieira) na área mais crítica com alagamentos na região. Serão 232 metros de galerias de 3x1,5 metros, 370 metros de galerias de 2x1,5m, além de 657 metros com galerias de 2,5x1 e 414 metros de galeria de 2x1 metros. Já a tubulação terá 1,088 quilômetro de tubo de 1 metro de diâmetro e outros 160 metros de tubos de 1,2 metro. 

anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros