segunda, 21 de setembro de 2020
06/08/2020 - 16:56

Agosto Lilás segue com palestra sobre violência contra a mulher em tempos de pandemia

Programação coordenada pela Secretaria de Promoção da Cidadania terá eventos online, em razão das medidas restritivas de saúde

No Município de Itajaí, a programação do Agosto Lilás, mês de conscientização sobre a violência contra a mulher, prossegue nesta quinta-feira (06) com um evento online que vai abordar a violência contra a mulher em períodos de isolamento social em Santa Catarina. O encontro virtual terá início às 19h e as inscrições, gratuitas, podem ser feitas neste link.

Coordenada pela Secretaria de Promoção da Cidadania, a campanha Agosto Lilás busca o amplo debate sobre a questão da violência contra a mulher, alertando para os altos índices de crimes e atos hostis contra o público feminino. A ação, instituída pela Lei Municipal nº 6935/2018, tem a parceria de todas as instituições que compõe o Conselho Municipal dos Direitos da Mulher de Itajaí e da Rede de Atenção Integral às Pessoas em Situação de Violência.

O evento desta quinta-feira é coordenado pelo Diretório Central dos Estudantes da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), por meio da Vice-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários. As discussões, a partir de uma abordagem pluridimensional, serão mediadas pela enfermeira Maria Paulina Pereira da Silva, pela psicóloga Marina Corbetta Benedet e pelo pesquisador Rafael Luiz Maschio.

Violência em tempos de pandemia
Neste ano, diante da pandemia de coronavírus (COVID-19), as discussões sobre violência contra mulher têm se voltado aos reflexos do isolamento social no ambiente doméstico, visto que estudos apontaram que essa nova realidade potencializou os casos de violência contra mulheres em todo o mundo. Desse modo, as ações do Agosto Lilás surgem como mais uma forma de levar ajuda às mulheres e como forma de trazer visibilidade sobre o tema para toda a sociedade.

No Brasil, de acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), os casos de feminicídio cresceram 22,2% entre março e abril deste ano, em 12 estados do país, comparados ao mesmo período do ano passado. Ainda segundo informações recentes, em abril deste ano, quando a quarentena já havia sido decretada em todos os estados brasileiros, a procura por um socorro, mediante violência doméstica, aumentou 37,6%.

Clique aqui e confira a programação completa do Agosto Lilás 2020

anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros