segunda, 24 de fevereiro de 2020
13/01/2020 - 17:45

Catarinense pesquisou mais e gastou menos neste Natal

Gasto mdio por pessoa foi de R$ 515,27. Setores de vesturio e de calados foram os preferidos dos consumidores

Os catarinenses gastaram em mdia R$ 515,27 neste Natal, 4% a menos em comparao a 2018. Apesar da queda, o valor mdio foi 4,4% maior do que o estimado em umapesquisa de inteno de compradivulgada em dezembro. O nmero mdio de presentes comprados tambm caiu, diminuindo de 5,5 para 4,6 itens por pessoa.

Alm de gastar menos, o consumidor tambm pesquisou mais. Os dados mostram que 66,9% dos entrevistados realizou pesquisa de preos antes de efetuar as compras, 11% a mais do que no ltimo Natal. O levantamento foi realizado pela Federao do Comrcio de Bens, Servios e Turismo de Santa Catarina (Fecomrcio/SC).

Os catarinenses tambm mostram ter se planejado melhor em 2019, j que 35% compraram os presentes com duas semanas de antecedncia, contra 23,6% do Natal passado. Outros 35,7% deixaram para comprar na semana da data, 11,6 pontos percentuais a menos do que em 2018. J 21,7% deixaram para comprar na vspera do Natal, percentual similar aos 20,9% registrados na pesquisa anterior.

O estudo mostra tambm que quem pesquisou e comprou com antecedncia acabou gastando mais. Os que pesquisaram tiveram um gasto mdio de R$ 549,03, contra R$ 466,46 de quem no pesquisou. J os que compraram com duas semanas de antecedncia gastaram em mdia R$ 714,25 contra R$ 386,51 de quem comprou na vspera do Natal.

Segundo a Fecomrcio/SC, isso se deve porque quem pesquisa e compra com antecedncia acaba optando por presentes mais elaborados, como eletrnicos."Quem se planejou investiu mais em suas compras, enquanto o gasto dos consumidores no planejados foi menor. Ou seja, quem faz pesquisa de preo e compra com antecedncia no necessariamente gasta menos, diferente do que se costuma afirmar", analisou o presidente da Federao, Bruno Breithaupt.


Preferncias

O local preferido para compras foi o comrcio de rua (66,9%), seguido por shopping centers (22,8%) e pela internet (5,9%). Entretanto quem comprou pela internet acabou gastando mais (R$ 1.029,28) e quem comprou no comrcio de rua gastou menos (R$ 499,93). Segundo a Federao, quem adquire produtos pela internet acaba escolhendo presentes mais planejados, assim como quem pesquisa e compra com antecedncia, enquanto quem escolhe o comrcio de rua opta por compras mais espontneas.

"Os consumidores fizeram compras bem planejadas. Essa uma caracterstica interessante que pode ser bem aproveitada pelos empresrios", afirmou Breithaupt.

Os itens de vesturio foram os preferidos para 44,3% dos catarinenses. Em seguida vem o setor de calados (17,6%), brinquedos (15,9%) e eletrnicos (4,8%). Os eletrnicos foram os itens com maior gasto mdio (R$ 1.081,03), seguido por culos, jias e relgios (R$ 331,92), vesturio (R$ 313,06), e perfumaria e cosmticos (R$ 285,89).

A pesquisa tambm atribui uma nota de 0 a 10 para fatores que influenciaram na deciso de compra do consumidor. Em mdia o fator mais importante foi o produto (9,1), seguido pelo preo (8,8), o local (8,3) e, por ltimo, se existe alguma promoo (6,8). Mesmo sendo considerado o fator menos importante, as promoes so mais valorizadas por quem tem renda menor. O ndice de 7,32 para consumidores com renda de R$ 1.012 a R$ 2.021, e chega a 5,5 para quem recebe de R$ 8.084 a R$ 10.104.

Sexta, 21 de fevereiro de 2020
Dada a largada para o Carnaval de BC
Sexta, 21 de fevereiro de 2020
Nelson Abro se filia no Progressistas
Sexta, 21 de fevereiro de 2020
MS Marina atraca no Porto do Rio Grande
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros