sábado, 18 de janeiro de 2020
07/01/2020 - 10:50

Missa e apresentações de Terno de Reis movimentaram o domingo em Camboriú

A Fundação Cultural de Camboriú, em parceria com a Igreja Católica, realizou na noite do último domingo, dia 5, a tradicional missa e apresentações de Terno de Reis na Praça das Figueiras. O evento reuniu centenas de pessoas e contou com apresentações dos grupos Nossa Senhora da Penha, Amigos de Camboriú, São Francisco e Amigos de Taquaras. 
 
?É com muita alegria que somos parceiros mais uma vez desse grande e tradicional evento que todos os anos conta com o prestígio de centenas de famílias. É algo que já faz parte do calendário de eventos do município, pois está inserido na vida das pessoas daqui. Queremos que a festa continue resgatando esta bonita tradição e que a sua simbologia seja preservada?, enfatizou o prefeito de Camboriú, Elcio Kuhnen. 
 
Para a presidente da Fundação Cultural, Sandra Pereira, a realização do Terno de Reis busca fortalecer a tradição cultural no município. ?Só tenho a agradecer a toda minha equipe pela parceria, empenho e dedicação, pois desta forma conseguimos manter viva esta importante tradição cultural em nossa cidade?.
 
O padre Márcio Alexandre Vignoli, da Paróquia do Divino Espírito Santo, reforçou sobre o encerramento das festividades de Natal e inicio de um novo ano. ?Este é o primeiro domingo do ano, por isso, é um momento de recarregarmos as energias para seguirmos em frente. Agradeço ao Executivo pela parceria e disposição de sempre em apoiar para que sejam realizados eventos importantes como este?, ressaltou.
 
O Terno de Reis
 
O Terno de Reis é uma apresentação com músicas tradicionais ? acompanhadas de sanfona, viola, violão e instrumentos de percussão ? e versos criados na hora. 
 
A tradição do Terno de Reis foi trazida para o Brasil pelos colonizadores luso-açorianos e é mantida em Camboriú. É inspirado na história bíblica dos Três Reis Magos. Seguindo uma estrela que surge no céu no dia do nascimento de Jesus, 25 de dezembro, Gaspar, Melchior e Baltazar, saem à procura do Menino Jesus, levando presentes (ouro, mirra e incenso) e chegam a Belém no dia 6 de janeiro, Dia de Reis. Além dos grupos formados por cantores e instrumentistas percorrem as casas, as apresentações também passaram a ser realizadas com encontros de grupos em eventos, como o realizado na Praça das Figueiras, pela Fundação Cultural de Camboriú. 
Sexta, 17 de janeiro de 2020
SINE de Camboriú divulga vagas de emprego
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros