domingo, 26 de janeiro de 2020
04/12/2019 - 12:45
Foto: Divulgação

Corpo de Bombeiros e Defesa Civil controlam vazamento de amônia na Itaipava em Itajaí

O Corpo de Bombeiros Militar de Itajaí, 7CBM, e a Defesa Civil foram acionados na noite de terça-feira (3), próximo das 22h15 para controlar o vazamento de amônia, composto químico tóxico, na empresa Safrio, na Rod. Antônio Heil, 4155 - Itaipava, Itajaí.

Ao chegar ao local, a guarnição dos bombeiros se deparou com uma nuvem de amônia na parte baixa da edificação em uma área nova da empresa. Foi constatado que uma válvula de segurança se abriu e que foi fechada posteriormente pelo supervisor.

A guarnição se equipou com Equipamento de Proteção Respiratória (EPR) e foi montada uma linha direta utilizando jatos neblinadas para reduzir a concentração da amônia. O local de vazamento era do lado de fora do galpão, sem vítimas.

A área afetada foi de cerca de 1000 metros quadrados, com vazamento de cerca de 200 litros de amônia.

A Defesa Civil informou que após o controle do vazamento, o odor poderia permanecer por até mais 2h na região e bairros próximos, por não ventar no município durante aquele momento.

 

Principais efeitos da inalação ou contato com amônia:

O gás é um irritante poderoso das vias respiratórias, olhos e pele. Dependendo do tempo e do nível de exposição podem ocorrer efeitos que vão de irritações leves a severas lesões corporais A inalação pode causar dificuldades respiratórias, broncoespasmo, queimadura da mucosa nasal, faringe e laringe, dor no peito e edema pulmonar. A ingestão causa náusea, vômitos e inchação nos lábios, boca e laringe. A amônia produz, em contato com a pele, dor, eritema e vesiculação. Em altas concentrações, pode haver necrose dos tecidos e queimaduras profundas. O contato com os olhos em baixas concentrações (10 ppm) resulta em irritação ocular e lacrimejamento. No caso de concentrações ainda mais altas, pode haver conjuntivite, erosão na córnea e cegueira temporária ou permanente. Reações tardias podem acontecer, como fibrose pulmonar, catarata e atrofia da retina.

anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros