domingo, 17 de novembro de 2019
01/11/2019 - 16:49

Protótipo de ambiente de simulação permite visualizar anatomia do corpo humano

Projeto utiliza a realidade virtual e aumentada e outros recursos tecnológicos

Estudar o corpo humano com a possibilidade de ver um modelo completo e decompor por meio da separação dos diversos órgãos que o compõe, sem precisar visualizá-lo fisicamente em laboratório. Um projeto de pesquisa desenvolvido no curso de Design de Jogos e Entretenimento Digital e no Núcleo de Inovação Tecnológica (Uniinova), da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), cria um protótipo de ambiente de simulação imersivo e interativo de uma sala de estudos de anatomia do corpo humano usando realidade virtual e aumentada, e outros recursos tecnológicos.

 

A proposta é que o recurso dê respostas às entradas do usuário no ambiente por meio do uso de gestos da mão do usuário, utilizando o sensor Leap Motion e o HTC Vive. O corpo humano apresentado na sala virtual é formado pelos elementos dos sistemas muscular, esquelético, nervoso, cardiovascular, digestivo, respiratório, ocular e urinário.

O protótipo está sendo desenhado, analisado e testado a partir do estudo feito pelo acadêmico Gabriel Witte, sob orientação do professor Ewerton Alonso, com envolvimento do Grupo de Pesquisa em Design e em Desenvolvimento de Jogos, na linha de pesquisa Jogos e Realidade Virtual e no Uniinova. De acordo com o professor Ewerton Alonso, o trabalho tem como objetivo criar um recurso para auxiliar e tornar o estudo da anatomia do corpo humano mais dinâmico e interativo, como uma ferramenta complementar ao laboratório físico, diminuindo custos com aquisição e manutenção. ?Trata-se de um produto em nível de mercado, ainda em fase de protótipo, mas com aplicação inicial nos cursos da área de saúde, da Univali", comenta o docente-orientador. 

Quarta, 13 de novembro de 2019
PM prende homem por furto em BC
Quarta, 13 de novembro de 2019
Inep divulga hoje gabaritos oficiais do Enem
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros