sábado, 07 de dezembro de 2019
18/07/2019 - 09:45

Projeto que cria Carteira de Identificação do Autista é sancionado

A Carteira de Identificação do Autista (CIA) vai ser emitida pelo governo estadual, com a decisão, na semana passada, do governador Carlos Moisés da Silva (PSL) de sancionar e transformar em lei o Projeto de Lei 64/2018, que institui o documento em todo o estado. O autor do projeto que deu origem à lei é o 1º vice-presidente da Alesc, deputado Mauro de Nadal (MDB).

?Muito se tem falado em autismo, mas pouco tem avançado em políticas públicas sobre o assunto. A carteira vem para auxiliar no dia a dia das famílias?, comenta o parlamentar.

Nadal explica que essa carteira permitirá ao portador o acesso prioritário a todos os estabelecimentos públicos e privados, empresariais, comerciais, industriais, fabris, de serviços e similares, como hotéis, cinemas, supermercados, bancos, farmácias, restaurantes, casas de espetáculos, clubes e shopping centers, entre outros.

O deputado destaca que o objetivo é assegurar que os autistas tenham seus direitos reconhecidos, pois esse transtorno não é facilmente identificado, sendo comum que estabelecimentos comerciais não estejam preparados para atendê-los por desconhecerem sua condição.

O portador do documento terá preferência no atendimento pessoal em instituições públicas, inclusive se representado por seu responsável legal e gratuidade no transporte intermunicipal de passageiros. A ideia da criação dessa identificação específica é facilitar o acesso ao atendimento prioritário garantido aos autistas pela Lei 12.764/12, que instituiu a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista. 

?Estimativas indicam que são cerca de dois milhões de pessoas autistas em todo o Brasil. A carteirinha vai ajudar na identificação e no acesso a seus direitos?, comentou.

Nadal lembra que a proposta para criação da CIA, que atualmente existe apenas no Espírito Santo e no Rio de Janeiro, e ainda está sendo discutida no Senado, surgiu em Maravilha, no Oeste catarinense, quando foi convidado para participar de reuniões de uma associação, a Mães Azuis (Grupo de apoio ao Autismo e a Família), que falaram das dificuldades das famílias em acompanhar os autistas em eventos que tenham filas. ?Parece uma pequena ação, mas é grandiosa para quem tem o transtorno. São as pequenas ações que fortalecerão a inclusão.?

Ney Bueno
AGÊNCIA AL
Sexta, 06 de dezembro de 2019
Vagas de emprego no Sine Itajai
Sexta, 06 de dezembro de 2019
PM prende homem por furto em BC
Sexta, 06 de dezembro de 2019
Vagas de empregos no SINE Itajaí
Quinta, 05 de dezembro de 2019
Novo presidente
Quinta, 05 de dezembro de 2019
Orçamento
Quinta, 05 de dezembro de 2019
Previdência, só em 2020
Quinta, 05 de dezembro de 2019
PM prende homem por tráfico de drogas em BC
Quinta, 05 de dezembro de 2019
PM prende homem por tráfico de drogas em BC
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros