quarta, 23 de outubro de 2019
05/07/2019 - 09:51

Obras da nova Bacia de Evolução devem encerrar ainda em setembro

Com dragagem ininterrupta, primeira etapa será entregue antes do prazo

As obras da 1ª etapa da nova Bacia de Evolução devem encerrar antes do prazo. Isso porque a Draga Backhoe Simson completa, nesta quinta-feira (4), catorze dias ininterruptos de trabalho. As operações seguem 24h por dia e a conclusão das obras tem previsão para o fim de setembro. A modificação impacta de forma direta e positiva na economia de Itajaí com a possibilidade de atracações para navios maiores no Porto de Itajaí.

As obras da Bacia de Evolução iniciaram em março de 2016. No último dia 30 de maio. O Município de Itajaí assumiu a conclusão das obras com a assinatura do aditivo e assegurar o valor total de R$ 45,1 milhões destinados à reestruturação do novo acesso aquaviário do Complexo Portuário de Itajaí.

Com a conclusão da primeira etapa navios de até 336 metros de comprimento atracarão nos terminais. ?O Complexo Portuário de Itajaí é um dos mais potentes do Brasil e com a finalização desta primeira etapa das obras da Bacia, nos credenciamos para atender grandes embarcações e assim movimentar a economia do nosso Porto?, pontuou o prefeito Volnei Morastoni.

A realocação do molhe norte possibilitará que o canal de acesso em ambos os molhes (sul e norte) fique com a largura de 170 metros de distância. Para o giro de manobras de navios na Bacia de Evolução, a capacidade será de 500 metros de diâmetro e 14 metros de profundidade.

Cuidados com o meio ambiente
A Superintendência do Porto de Itajaí, por meio da Gerência de Meio Ambiente (GEAMB/SPI), realiza comunicados para os pescadores de Itajaí e Navegantes a respeito da área de despejo das dragagens. O Programa de Monitoramento Ambiental e Acompanhamento da Pesca Artesanal, coordenado pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali), é parceiro da Superintendência do Porto de Itajaí desde 2005.

?É importante que façamos o controle ambiental da região, em específico das obras da nova bacia de evolução. Esse e outros trabalhos fazem parte de exigências e normas de licenciamento de órgãos ambientais?, destaca Jurandir Pereira Filho, Coordenador de Monitoramento Ambiental da Univali.

Segunda etapa
O superintendente do Porto de Itajaí Fábio Veiga se reuniu o secretário de estado da Infraestrutura e Mobilidade de Santa Catarina Carlos Hassler na última segunda-feira de junho (24). As tratativas giraram em torno de uma reunião em Brasília para julho, junto ao Ministro de Estado da Infraestrutura Tarcísio Freitas, para dar sequência aos assuntos relacionados à viabilização e da licitação da segunda etapa das obras da Bacia de Evolução.

 

O valor previsto no Plano Plurianual (PPA), do Governo Federal, é de R$ 250 milhões de reais. Este compromisso foi adiantando no dia 17 de junho, em Itajaí, durante solenidade de inauguração do Berço 04.

anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros