quarta, 26 de junho de 2019
12/06/2019 - 15:24

Cresce o número de microempresários no Município de Itajaí

Microempresas registradas em 2019 aumentam em 57% no comparativo com 2018

O desejo de ter o próprio negócio virou realidade para centenas de moradores de Itajaí. Entre janeiro e maio de 2019, o Espaço do Empreendedor cadastrou 857 microempresas na cidade. Uma marca 57% superior a 2018, com 546 aberturas O crescimento está relacionado ao progresso do desenvolvimento econômico no município.

Durante a Semana Nacional do Microempreendedor Individual (MEI), realizada pelo SEBRAE no mês maio, mais de sete mil pessoas passaram pelo Espaço do Empreendedor em busca de inscrição. Mantido pelo Município de Itajaí, o Espaço do Empreendedor tem como foco de seu trabalho a consultoria para aumentar os resultados do negócio. O órgão está localizado na rua Alberto Werner, em frente ao Ginásio Gabriel João Collares.

Hoje, 5.332 microempreendedores estão cadastrados legalmente no município. Os registros ocorrem a partir do momento que o contribuinte solicita o alvará municipal.

Para tornar-se um Microempreendedor Individual (MEI) é proibido ser sócio ou administrador de outra empresa, a atividade a ser desempenhada precisa ser permitida por lei, possuir apenas um empregado, ter faturamento anual de até R$ 81 mil e não abrir uma filial. No primeiro ano, o alvará do MEI é gratuito se for a primeira inscrição.

As mensalidades para quem deseja abrir um comércio custam R$ 55. O valor é composto por 5% salário mínimo da previdência social, pelo Imposto Municipal e pelo ICMS, o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços.

Aos que se tornam MEI, são assegurados os seguintes direitos e benefícios: auxílio-maternidade; afastamento remunerado por problemas de saúde; aposentadoria; é enquadrado no Simples Nacional e ficará isento dos tributos federais (Imposto de Renda, PIS, Cofins, IPI e CSLL); com CNPJ, pode abrir conta em banco e tem acesso a crédito com juros mais baratos, dentre outros.

Economia em expansão
Como reflexo da retomada da economia, o município também apresenta expansão em outros setores. Itajaí é a 14ª cidade do Brasil com maior geração de empregos com carteira assinada em 2019. Relacionado a isso, o Balcão de Empregos atingiu o recorde de 447 vagas disponíveis em uma única semana de janeiro. Desde 2013, não havia registro de um número parecido.

A inauguração de empresa do setor têxtil, abertura de uma nova loja da maior empresa de departamentos do Brasil e a construção de navios para a Marinha do Brasil em um estaleiro da cidade asseguram a geração de quase 10 mil empregos em Itajaí nos próximos anos.

O Porto de Itajaí, por sua vez, desponta com destaques positivos. O primeiro trimestre de 2019 encerrou com a melhor movimentação de cargas dos últimos dez anos, já que de janeiro a março, foram movimentadas 1,2 milhão de toneladas nos três berços. No mês seguinte, a autarquia encerrou abril com a melhor movimentação de contêineres até o momento: 1.173.755 toneladas. Depois de cinco anos, o Porto obteve o marco histórico ao receber três navios simultaneamente em menos de 24h.

Em relação às cargas, os veículos importados despontam. No fim do mês e maio, uma nova atracação elevou o número de carros que vieram de terras estrangeiras. Após um ano de operações, ultrapassou a marca de 25 mil veículos.

Quarta, 26 de junho de 2019
PRF apreende 100 kg de maconha na BR 101
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros