segunda, 16 de setembro de 2019
06/06/2019 - 15:07

Itajaí viabiliza aditivo para obras da Bacia de Evolução

Município assume responsabilidade para garantir o desenvolvimento econômico do complexo portuário

O Município de Itajaí realizou na tarde desta quarta-feira (05) a assinatura do aditivo contratual entre a Superintendência do Porto de Itajaí e a empresa Van Oord, especializada em dragagem e contratada para a conclusão da primeira etapa das Obras da Bacia de Evolução. O valor do aditivo é de R$ 40,1 milhões, que serão diluídos no prazo de até cinco anos.

As obras da Bacia de Evolução são essenciais e estratégicas para todo o Complexo Portuário de Itajaí, pois irão garantir a competitividade e o desenvolvimento econômico da região. Com a conclusão da primeira etapa das obras, prevista para setembro, e a homologação da obra pela Marinha até o fim deste ano, os terminais poderão receber escalas de navios de até 336 metros de comprimento.

?Com muito empenho e esforço, conseguimos adequar este aditivo junto ao contrato de manutenção de dragagem, que já está em curso. Itajaí e Navegantes estão assumindo uma responsabilidade que até então era do Governo do Estado, pois não podíamos ficar pensando em alternativas que colocassem em risco a atividade dos trabalhadores portuários e de todo um município economicamente?, explica o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni.

Aditivo necessário

As obras na Bacia de Evolução iniciaram em março de 2016 e o contrato daquela época previa que fossem retirados do fundo do rio quase 3 milhões de metros cúbicos de resíduos. Quando esse volume foi atingido, a empresa e o Estado consideraram os trabalhos encerrados. No entanto, a quantidade de detritos aumentou ao longo dos anos e prejudicou o tamanho final da bacia. O Governo do Estado também argumentou que não era mais possível fazer aditivos ao contrato.

Com o aditivo garantido pelo município e aprovado na Câmara de Vereadores de Itajaí, espera-se dragar cerca de milhão de metros cúbicos para deixar a nova Bacia de Evolução com 500 metros de diâmetro.

A Portonave, terminal portuário de Navegantes, também vai contribuir com um investimento de R$ 5,5 milhões para transporte de maquinário do tipo Draga Backhoe. Esse modelo de equipamento é mais eficiente e rápido para retirar pedras maiores e de alta capacidade para sugar sedimentos no fundo do rio. A previsão é que a draga chegue a Itajaí em até quinze dias, retomando as atividades.

?Um dos principais objetivos dessa obra é fazer com que o Complexo Portuário de Itajaí não perca linhas no futuro. Após encerrada a primeira etapa, em poucos meses poderemos receber embarcações de 336 metros de comprimento, o que certamente aumentará a atratividade de novos arrendatários?, afirma o superintendente do Porto de Itajaí, Fábio da Veiga.

Segunda, 16 de setembro de 2019
Casa pega fogo em Garuva
Segunda, 16 de setembro de 2019
IGP-10 tem inflação de 0,29% em setembro
Sexta, 13 de setembro de 2019
Porto Belo lança Sala do Empreendedor
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros