quarta, 17 de julho de 2019
15/05/2019 - 16:33

UPA do CIS orienta pacientes sobre diferenças entre pronto atendimento e unidade básica

Estudantes distribuíram informativos para população

Na hora de buscar atendimento médico é comum ficar em dúvida sobre qual serviço de saúde procurar. Para conscientizar a população sobre o assunto, alunos do curso técnico em enfermagem da Escola Geração promoveram uma ação de orientação nesta terça-feira (14) para pacientes da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Centro Integrado de Saúde (CIS). Os estudantes informaram sobre as principais diferenças entre UPA 24 horas e Unidade Básica de Saúde.

O objetivo foi sensibilizar os usuários sobre os locais adequados de atendimento para evitar filas e um tempo de espera mais longo. ?A maioria dos pacientes que recebemos na UPA são classificados como não urgentes. Ou seja, são casos menos complexos e que poderiam ser resolvidos mais rapidamente na unidade de saúde?, explica o coordenador da UPA CIS, Rafael Augusto Rodrigues Brinkhues.

Além da orientação, os estudantes responderam dúvidas e entregaram informativos para os pacientes. A ação ocorre também nesta quarta (15) e quinta-feira (16).

Onde buscar atendimento?

A porta de entrada do Sistema Único de Saúde (SUS) é a unidade básica, popularmente conhecida como posto de saúde. As unidades do município realizam acolhimento diário dos pacientes e os casos prioritários são atendidos no mesmo dia. Também é feito o agendamento de consultas, pré-natal, vacinação, realização de testes rápidos, entrega de medicamentos, troca de curativos, injeções, além do atendimento médico, odontológico e de enfermagem.

Algumas unidades básicas também contam com o atendimento de especialistas, como pediatra e ginecologista, além de profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF): nutricionista, fisioterapeuta, farmacêutico, entre outros. As Unidades Básicas de Saúde podem resolver 80% dos problemas de saúde da população e ainda são responsáveis por promover hábitos saudáveis de vida por meio de grupos de apoio.

Já as UPAs do município atendem urgências e emergências 24 horas por dia, sete dias por semana. Nessas unidades, os pacientes passam por classificação de risco e os casos são atendidos conforme a gravidade e não por ordem de chegada. Na unidade, o usuário pode permanecer em observação por até 24 horas e ser liberado ou, se necessário, ser removido para um hospital de referência.

As UPAs contam com exames de raios-x e eletrocardiograma e são responsáveis por prestar atendimento em casos de: infarto, derrame, traumas, quedas com torsão ou dor intensa, fraturas e cortes com pouco sangramento, dores fortes no peito, crises convulsivas, cólicas renais, falta de ar intensa, vômito constante, pressão e febre alta acima de 39°C, entre outros.

Terça, 16 de julho de 2019
BC: Festa dos Amigos será neste sábado
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros