terça, 21 de maio de 2019
08/05/2019 - 17:00

Itajaí intensifica ações para controle da dengue

Nesta semana, município recebeu a confirmação de sete casos autóctones

Itajaí intensificou as ações de controle da dengue em todas as regiões da cidade. Nesta semana, o município recebeu a confirmação de sete casos autóctones da doença (contraídos no município). Com isso, já são 13 notificações de dengue em 2019 ? no ano passado, a cidade não teve casos positivos. Para conter o avanço da doença, a Secretaria de Saúde montou novas estratégias de combate, intensificando a visitação nas áreas afetadas e reforçando o alerta com os profissionais de saúde.

Os casos foram registrados no São Judas (3), Cordeiros (3), São Vicente (2), Centro (1), Fazenda (1), Arraial dos Cunhas (1), Portal I (1) e Salseiros (1). Todas as áreas receberam visitas dos agentes de endemias em um raio de 150 metros para eliminação de possíveis criadouros e orientação dos moradores. Estas áreas também estão sendo avaliadas para aplicação inseticida de Ultra Baixo Volume (UBV) para eliminação dos mosquitos adultos para quebrar o ciclo de transmissão da dengue.

Outra medida adotada foi o reforço dos procedimentos junto às unidades de saúde e de pronto atendimento do município. A Vigilância Epidemiológica repassou orientações aos profissionais de saúde para que todo caso suspeito de dengue tenha as ações de bloqueio de transmissão feitas em 24h horas. As unidades de saúde do bairro Cordeiros, São Vicente, São Judas e Espinheiros receberam ainda informações para acompanhamento dos casos suspeitos.

?A Secretaria está utilizando sua estrutura para controle dos casos, mas agora é o momento da população também adotar as medidas de prevenção contra o Aedes aegypti. Sabíamos que poderíamos ter casos de dengue, o risco estava em alto índice, tanto que foi decretada situação excepcional de emergência em saúde publica?, comenta o gerente do Núcleo de Controle de Zoonoses, Lúcio Vieira.

O mapa de casos da cidade mostra que a transmissão do vírus está ocorrendo em várias localidades. Outro agravante é que municípios da região, como Itapema e Camboriú, estão com risco iminente de epidemia para dengue.

?A ações diante de casos suspeitos devem ocorrer em tempo oportuno para que as medidas de controle sejam feitas o mais breve possível, bloqueando o ciclo de transmissão?, aponta a diretora da Vigilância Epidemiológica, Greyce Mayer.

Ela reforça ainda que está circulando um novo subtipo do vírus da dengue na cidade, o que aumenta o risco de que os moradores contraiam novamente a doença e desenvolvam a forma grave. ?Alertamos nossas equipes sobre a situação epidemiológica e pedimos atenção da população nesse momento?, destaca Greyce.

Mutirão de limpeza

Paralelamente à intensificação das ações de controle, o município segue com o mutirão de limpeza da campanha ?Itajaí mais linda e bem cuidada?. A medida foi lançada em abril pelo prefeito Volnei Morastoni e está sendo executada pela Secretaria de Obras nos bairros Cidade Nova, São Vicente e Cordeiros. Também foram limpas duas ruas no bairro São Judas, onde houve registro de casos de dengue. Ao todo, foram recolhidas 427 cargas e 1,4 mil toneladas de lixo e entulho destes locais.

A ação vai ocorrer por até 60 dias e tem a previsão de recolher mais de 11 mil toneladas de entulhos e resíduos. Ao todo, são três equipes trabalhando diariamente com seis caminhões, uma carregadeira e quatro servidores. Além da limpeza dos terrenos, é feita roçada, capinação das ruas, pintura de meios-fios e nova jardinagem com flores.

anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros