sábado, 20 de julho de 2019
07/05/2019 - 09:55

Itajaí aplica mais de 7 mil doses durante Dia D de vacinação

Deste total, quase 4 mil vacinas foram contra a gripe

O Dia D de vacinação em Itajaí, realizado no sábado (4), contabilizou 7.460 doses aplicadas na população. Deste total, 3.921 foram contra os vírus da influenza, cuja campanha segue até 31 de maio. Com a mobilização, a cidade chegou a 22.643 pessoas imunizadas contra gripe ? 46,85% da meta estabelecida pelo Ministério da Saúde. Falta vacinar ainda 31.276 pessoas.

Idosos acima de 60 anos, crianças de seis meses até menores de seis anos, gestantes, mães no pós-parto (até 45 dias), professores, trabalhadores de saúde e doentes crônicos fazem parte dos grupos prioritários para vacinação contra influenza. A campanha também foi ampliada para policiais civis e militares, bombeiros e integrantes ativos das Forças Armadas. A meta é imunizar 53.919 no município.

Entre os grupos que mais se vacinaram estão idosos (55,93%), trabalhadores de saúde (47,13%), doentes crônicos (41,89%), gestantes (41,63%) e crianças (40,73%). Os que menos se vacinaram até o momento são os professores (39,64%) e as mães no pós-parto (32,55%). As demais doses aplicadas no sábado foram de outros tipos de vacinas para atualizar as cadernetas dos usuários.

A vacina está disponível nas unidades básicas de saúde, em horário comercial, e na sala volante que fica junto ao Laboratório Municipal, no Centro Integrado de Saúde (CIS). O local abre das 19h às 21h, de segunda a sexta-feira, para vacinação. Para se imunizar, é importante apresentar a caderneta de vacina ou documento de identidade.

?Quem faz parte dos grupos prioritários deve fazer a vacina o quanto antes. Ela é segura e eficaz para prevenir complicações graves da influenza?, afirma a diretora da Vigilância Epidemiológica, Greyce Mayer.

No ano passado, o município registrou 14 casos de influenza e duas mortes. Em 2019, a cidade já teve um caso registrado da doença.

Quais são os grupos prioritários:

-Idosos com 60 anos ou mais
-Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis ou outras condições especiais
-Crianças maiores de seis meses e menores de seis anos
-Gestantes
-Mulheres que tiveram bebê até 45 dias após o parto
-Trabalhadores de saúde
-Professores de escolas públicas e privadas
-Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas
-População privada de liberdade
-Funcionários do sistema prisional
-Policiais civis e militares, bombeiros e membros ativos das Forças Armadas

anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros