quinta, 18 de julho de 2019
02/05/2019 - 08:47

BC: Hospital Ruth Cardoso é o único do Estado com fisioterapia 24h na UTI

Desde fevereiro, o Hospital Municipal Ruth Cardoso (HMRC) conta com atendimento de fisioterapia na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) adulta 24h. Este é o único hospital de Santa Catarina com esse tipo de atendimento.

De acordo com a coordenadora da Fisioterapia do HMRC, Ana Carolina Zanchet, a equipe de fisioterapia atende na reabilitação de pacientes tanto da UTI, como no Pronto Socorro e clínicas de internação. ?Atuamos na prevenção e reabilitação dessas pessoas. Nosso foco é prevenir disfunções cardiovasculares e cardiopulmonares que acometem esses pacientes em função do longo período de internação, bem como na prevenção de fraqueza e atrofia muscular daqueles que passam muito tempo entubados e precisam de sedação ou bloqueadores musculares?, fala.

O objetivo é fazer com que os pacientes saiam da internação com mais qualidade, diminuindo o tempo de permanência no hospital, rapidez na reabilitação e menos retorno a ventilação mecânica. ?Os pacientes tiveram menor reincidência. A maioria que entra na UTI está em estado muito grave, então, nossa ideia é que eles saiam já caminhando, o que diminui risco de outras doenças?, explica Ana, ressaltando que os casos de maior gravidade recebem visita dos profissionais cinco vezes ao dia, enquanto os demais são atendidos entre três e quatro vezes.

Grande parte do sucesso na reabilitação se dá pela mobilização precoce dos pacientes, ou seja, assim que possível, passam a fazer pequenos exercícios para tirá-lo do leito. ?Estudos recentes apontam que as pessoas devem estar em movimento a medida que tenha estabilidade clínica para evitar encurtamento ou atrofia muscular e até mesmo delírios. A mobilização diminui os efeitos da hospitalização, o que colabora para todo o ciclo de melhora mais rápida e efetiva, sem falar que abre vaga para outras pessoas que necessitam?, reflete a coordenadora.

Hoje, a UTI adulta conta com dois médicos intensivistas rotineiros, em conjunto com a equipe de fisioterapia, enfermagem e multiprofissional o que permite o manuseio do paciente como um todo. ?No total, no ano passado atendemos quase 39 mil pacientes em todos os setores do HMRC. Somente até o fim de março deste ano, já ultrapassou os 12 mil pacientes, onde fazemos, também, um trabalho intensivo no Pronto Socorro evitando óbitos e procedimentos invasivos sem necessidade?, fala Ana.

A UTI adulta conta com 10 leitos e atende pacientes de toda a região. A equipe de fisioterapia é formada por 14 profissionais que atendem a todo Hospital Municipal Ruth Cardoso e passam por capacitação continuada.

UTI neonatal

Na UTI neonatal, os pequeninos recebem atenção especial dos fisioterapeutas.

?Os profissionais atuam 18h por dia, mas recebem apoio dos plantonistas quando necessário. Nós também buscamos a mobilização precoce dessas crianças trabalhando muito os estímulos sensório-motores?, afirma Ana.

Uma das ferramentas utilizadas é a hidroterapia, os banhos de baldes para os bebês. ?A força da água ajuda muito a diminuir os reflexos primitivos, aumentar a parte sensorial, além do relaxamento. Realizamos essa terapia uma vez ao dia e temos muito sucesso na recuperação dos pequenos?, comemora.

?Não mediram esforços para minha recuperação?

A aposentada, Neusa Pereira da Silva, foi internada no Ruth Cardoso em 2018 com uma doença pulmonar obstrutiva crônica. Ela ficou 52 dias no hospital, 33 deles na UTI e 18 em coma, e se emociona ao contar sobre o atendimento. ?Eu tenho o maior carinho pelo pessoal. Não foi fácil, mas os profissionais são excelentes e fizeram de tudo para me ajudar. Se não fosse a dedicação deles, hoje eu não estaria aqui?, reflete.

Ana conta que quando Neusa saiu da UTI, estava sem forças para caminhar e precisava da ajuda de aparelhos para respirar ?Ela conseguia mover apenas a cabeça e, com o trabalho desenvolvido pela equipe de fisioterapia, e a mobilização precoce realizada durante a internação, ela conseguiu caminhar sem ajuda em nove dias. E para nós, esses resultados são o que nos motiva cada dia mais?, fala.

?Parece mentira quando vejo os vídeos e fotos do que passei e sei que estou bem porque eles não mediram esforços para minha recuperação?, finaliza a aposentada.

Quinta, 18 de julho de 2019
Virada BC inicia nesta quinta-feira
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros