domingo, 17 de fevereiro de 2019
08/02/2019 - 11:01

Excesso de lixo prejudica escoamento das bocas de lobo em Balneário Piçarras

Secretaria de Obras busca a conscientização da população no destino correto do lixo

A Secretaria de Obras de Balneário Piçarras fez um levantamento das limpezas realizadas em bocas de lobo no município em 2018. O relatório aponta que foram realizadas cerca de 20 limpezas por mês no município. A maioria dos atendimentos foram devido à entupimentos por acúmulo de lixo nas bocas de lobo.

 

"Com a conscientização, podemos reduzir a quantidade de lixo jogado nas bocas de lobos. Assim os esforços das nossas equipes podem ser usados em outras obras, como a conservação e pavimentação de estradas, por exemplo", explica Aires Testoni, Secretário de Obras de Balneário Piçarras. Em média, cada limpeza dura 40 minutos.

 

Os lixos encontrados com maior frequência são plásticos, papelão e materiais utilizados em construções. As equipes de limpeza alegam já ter encontrado até frauda descartável. "O acúmulo de lixo nas bocas de lobo evita que a água chegue à rede de drenagem, podendo gerar alagamentos e até inundamentos", conclui Aires Testoni.

 

O levantamento foi feito apenas com as ordens de serviço da Secretaria de Obras, desconsiderando os serviços feitos, também, pela empresa Barreiras, terceirizada para a zeladoria urbana do município. As solicitações podem ser feitas via ouvidoria ou diretamente na Secretaria de Obras.

 

Como solicitar a limpeza

 

A solicitação pode ser via Ouvidoria Municipal, por e-mail no ouvidoria@picarras.sc.gov.br, por telefone no (47) 3347-4747, via site da prefeitura no www.picarras.sc.gov.br ou então presencialmente na sede da Prefeitura (Av. Emanoel Pinto, 1655 - Centro). O pedido pode ser feito também na Secretaria de Obras, pelo telefone (47) 3345-3518 ou presencialmente (Rua 5300, 211 - Santo Antônio).

 

Foto: Henrique Grandi

Quinta, 14 de fevereiro de 2019
Sine de Navegantes oferece vagas de emprego
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros