domingo, 18 de agosto de 2019
05/02/2019 - 16:58

Secretaria de Saúde alerta sobre perigo de descarte incorreto de seringas e remédios

A Secretaria de Saúde recebeu denúncia da empresa Ambiental, que faz a coleta de lixo na cidade, de que seringas, remédios e materiais cortantes estão sendo jogados no lixo doméstico. A Secretaria pretende alertar e orientar sobre a importância de dar um destino correto a esse tipo de material. A ideia é começar uma campanha de conscientização dos moradores e donos de farmácia.

De acordo com a Lei nº 6.320/1983 as farmácias, drogarias e farmácias de manipulação devem disponibilizar recipiente, em local de fácil visualização, para recolhimento de medicamentos impróprios para o consumo ou vencidos. ?Vamos percorrer as farmácias dar novas orientações e cobrar o local para receber os descartes. Inclusive, bem sinalizado para que as pessoas possam ver?, explica a coordenadora de Vigilância Sanitária, Josiane farias.  Na caixa de coleta deverá constar a seguinte expressão: "Coleta Seletiva de Medicamentos". 

As seringas e agulhas também devem ser levadas até as farmácias. A Farmácia Municipal e a Vigilância Sanitária recebem esse material. Os resíduos de medicamentos e seringas contaminam a água, o solo e os animais. ?Remédios são drogas. Descartados incorretamente podem causar danos à saúde pública e ao meio ambiente?, comenta a secretária de Saúde, Elisama de Freitas. ?

Objetos perfurantes e cortantes, também devem ser embalados corretamente para não ferir os funcionários que trabalham na coleta. ?Os moradores devem descartar vidros quebrados em caixas de papel, bem embrulhados e de preferência sinalizados dizendo que se trata de material cortante?, compartilha Josiane.

anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros