domingo, 25 de agosto de 2019
10/01/2019 - 11:48

Mutirão reúne cerca de 30 voluntários em limpeza de praia de Armação

Conscientização ambiental e sentimento de pertencimento. Foi com esse espírito que voluntários se reuniram ontem, dia 9, em um mutirão de limpeza na faixa de areia da Praia de Armação do Itapocorói. O evento, organizado pela empresa Ar Mar Ação, contou com o apoio da Prefeitura de Penha, que fez o recolhimento dos resíduos, e da Univali, que forneceu luvas e sacos de lixo para os participantes.

A concentração do grupo ocorreu no trapiche da praia, com um prévio bate-papo sobre o mutirão. Dali, o grupo seguiu, às 18h, para a Praia da Cancela, onde colocou a mão na massa. Cerca de 30 pessoas participaram do encontro em prol do meio ambiente.

O foco do mutirão eram as micro sujeiras: bitucas, canudos e sacos plásticos. Porém, assim que começou a caminhada na areia, foi impossível ignorar as dezenas de latas de cerveja e refrigerante, os sacos de carvão, restos de comida e outros objetos. Em um dos trechos da praia, o grupo de deparou com uma embarcação que havia pegado fogo: ao lado do barco, uma geladeira e um freezer compunham um cenário desolador.

?Por isso foi tão importante a participação da prefeitura nesta ação. Uma retroescavadeira e um caminhão foram disponibilizados e conseguimos tirar da praia grandes quantidades de lixo?, pontuou Cléber Neumann, idealizador do mutirão.

O trabalho de limpeza urbana ocorre diariamente e é feito por uma empresa terceirizada pelo governo municipal. São recolhidos os sacos de lixo da orla, mas o trabalho acaba prejudicado pela falta de educação de parte das pessoas que frequentam as praias.

Um exemplo alarmante encontrado na praia são as bitucas de cigarro. No final do dia, é impossível contar a quantidade delas jogada na areia. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o número estimado de fumantes no mundo é de 1,6 bilhão. Essa enormidade de pessoas joga fora, de acordo com a organização, 7,7 bitucas de cigarro por dia. Ou seja, são cerca de 12,3 bilhões de bitucas descartadas diariamente.

?Precisamos ter essa responsabilidade de levar o lixo para uma lixeira próxima ou até mesmo para casa?, comentou Cléber.

Novos mutirões estão programados para ocorrer em outras praias de Penha.

?Este tipo de ação, que integra poder público e sociedade civil organizada, tem que ser constante na nossa cidade. É o conjunto de pessoas e moradores que, unidos em prol de uma bandeira, muda verdadeiramente uma cidade?, comentou o prefeito de Penha, Aquiles da Costa.

anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros