terça, 11 de dezembro de 2018
13/11/2018 - 10:30

BC: Plano de ação para pessoas em situação de rua será apresentado nesta terça-feira

A prefeitura, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social lançará nesta terça-feira (13), um programa de ação para as pessoas em situação de rua. O plano será apresentado às entidades civis organizadas do município, associações de bairro, clubes de serviços e igrejas e deverá engajar os presentes na ação para reduzir o número de andarilhos na cidade. Reuniões, de caráter consultivo, para apresentar a proposta foram realizadas com o Conselho Municipal de Turismo (Comtur), Observatório Social e Ministério Público durante a semana passada. O evento será às 19h, no Hotel Mercure.

O crescente número de pessoas em situação de rua pela cidade provocou uma pesquisa feita pela Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social, que levantou o número de andarilhos em circulação, o perfil e as motivações que fazem com que eles venham para Balneário Camboriú. ?A pesquisa revelou que a maioria é atraído pela solidariedade da população, que por meio da doação de esmola, possibilita custear vícios?, disse a secretária Christina Barichello. A pesquisa revelou também que há quatro pontos críticos na cidade, onde há maior concentração de moradores de rua, que a maioria é homem, tem entre 18 e 45 anos, tem ensino Fundamental incompleto e é dependente químico.

O plano de ação

A proposta do plano de ação é ampliar o serviço de Assistência Social destinado a esse público e realizar uma campanha publicitária na cidade para provocar uma reflexão sobre as doações. ?Em vez de dar esmola, as pessoas têm que dar oportunidade. E, isso pode ser feito por meio da Abordagem Social, um serviço 24h, que será triplicado e que conduzirá ao morador de rua as alternativas que levam a uma vida mais digna?, explicou o prefeito Fabricio Oliveira.

Ao chamar a Abordagem Social pelo 156 o morador de rua é direcionado aos serviços da Assistência Social, onde ele recebe banho, se alimenta e depois passa por análise multidisciplinar para ver qual o melhor encaminhamento. Entre os eixos do programa, estão ações de reinserção familiar, programas de empregabilidade e direcionamento às clínicas terapêuticas.

O serviço 156 é 24 horas e passará a ter três equipes de abordagem diárias. Atualmente cerca de 80 abordagens são realizadas.

Segunda, 10 de dezembro de 2018
Itapema recebeu 1º Festival de Surf Inclusivo
Segunda, 10 de dezembro de 2018
8 cuidados para abrir uma empresa
Segunda, 10 de dezembro de 2018
INFRAERO vai ampliar o Aeroporto de Navegantes
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros