terça, 16 de outubro de 2018
21/09/2018 - 16:56

Importância de animais registrados é destaque em Itajaí

Para conversar com produtores de Itajaí (SC) sobre a importância de utilizar animais com registro, o Circuito Touro Angus Registrado desembarcou no município nessa quinta-feira (20/9). O gerente de Fomento da Associação Brasileira de Angus, Mateus Pivato, apresentou dados sobre a raça e o futuro da pecuária no Parque Municipal do Agricultor. O evento contou com a presença do secretário da agricultura da cidade, César Reinhardt, que garantiu que iniciativas como essa são apoiadas pela gestão pública. "Queremos dar notoriedade a tudo o que é da área da pecuária", afirmou.

Para 2025, o Ministério da Agricultura (Mapa) projeta aumento de consumo em 17,8%. Porém, de acordo com Pivato, os produtores deverão se atentar aos desafios que o futuro reserva à pecuária, como mudanças climáticas e menos áreas disponíveis para a função. "Teremos que produzir na vertical, ou seja, produzir mais com menos recursos", destacou. Por isso,os produtores deverão avaliar com cuidado e selecionar reprodutores e matrizes, baseando-se em "genética, manejo, sanidade e nutrição", destacou o gerente. 

Registro genealógico é pilar para sucesso do rebanho

A raça Angus é uma das 24 que a Associação Nacional de Criadores Herd-Book Collares (ANC) registra atualmente. A superintendente de registro genealógico da ANC, Silvia Freitas, na segunda parte da noite, focou na importância de registrar animais como fator importante no desenvolvimento do rebanho. A zootecnista explicou os processos envolvidos no tema e abordou a história pioneira da entidade no ramo.

Só existe uma associação que realiza o registro de uma raça. "Por isso, não existe outra que faça da Angus", afirmou. Segundo Silvia, esse processo é necessário para padronizar rebanhos, resultando em valorização comercial, médias de produção rentáveis e redução de custos. "É assim que o produtor consegue se tornar competitivo no mercado".

Os animais da raça Angus podem ser registrados em quatro livros: Puro de Origem (PO), Puro Controlado (PC), Puro por Avaliação (PA) e Cruzamento Sob Controle de Genealogia (CCG). "Por hierarquia, o livro mais completo é o PO", afirmou Silvia, pois, nesse caso, se tem total conhecimento sobre a genealogia dos exemplares. 

Após as apresentações, cortes de entrecot e contra-filé de carne Angus certificada foram servidos para a apreciação do público.

Crédito das fotos: Vitorya Paulo

Segunda, 15 de outubro de 2018
Honda Civic é roubado no centro de Piçarras
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros