sexta, 22 de junho de 2018
12/06/2018 - 13:42

Congresso de Prefeitos inicia com motivação e incentivo a inovação

Começou na tarde desta segunda-feira (11/06) no CentroSul, em Florianópolis, o Congresso de Prefeitos, organizado pela Federação Catarinense de Municípios (FECAM). Três palestras, em formato TED (sigla em inglês, que significa Tecnologia, Entretenimento, Planejamento) marcaram a abertura do evento e abordaram liderança, tecnologia, planejamento e inovação.

O presidente da FECAM e prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni, deu boas-vindas e chamou os prefeitos a compartilhar as boas práticas de gestão nos seus municípios. ?Nós prefeitos temos muito que ouvir e conhecer em gestão e eficiência pública. Valorizar o que de bom tem sido feito em diversas prefeituras catarinenses e que podem ser aplicadas com êxito é o nosso objetivo?, destacou.

O primeiro a palestrar foi Gabriel Leite sobre ?Tecnologia, inovação e redes sociais: o impacto sobre a vida das pessoas e cidades?. Ele falou sobre a transformação social que estamos vivendo com a internet e as redes sociais. ?Tudo é para ontem. As pessoas estão sofrendo de ansiedade?, afirmou. Também alertou sobre a importância da comunicação digital e de planejamento para estar em cada rede social, com objetivos e formatos diferentes. ?Seja original. Seja humano e não busque só números?, disse com relação a comunicação digital.

O segundo a subir ao palco foi o consultor em Planejamento e Monitoramento Estratégico, Julio Filgueira, com o tema ?Desafios e agir de forma planejada?. Ele chamou atenção das lideranças com relação a gestão de tempo. ?Vai faltar tempo?, assegurou Filgueira, reforçando a importância do planejamento, e da execução. ?Não adianta um bom plano, sem tirar esse plano do papel?.

O último a palestrar foi o consultor da área de inovação e tecnologia, Igor Drudi, abordando o ?papel da liderança na inovação?. Ele convidou os prefeitos a apostar em inovação e explicou que não se trata só de atrelar novas oportunidades com tecnologia, mas como uma nova prática. Exemplificou, falando do case da prefeitura de Londrina, no Paraná, que fez um processo seletivo, nos moldes das empresas privadas para compor a Secretaria de Educação, gerando impacto positivo na comunidade educacional do município, melhores resultados e simpatia da população.

 

Texto: Antonio Rozeng - Assessoria de Imprensa da Associação dos Municipios da Região Carbonifera (AMREC)

anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros