domingo, 28 de maio de 2017
18/05/2017 - 15:17

Balneário Camboriú: Projeto Cão Terapia será realizado no Hospital Municipal Ruth Cardoso

Arthur é um cão diferente dos outros. De porte médio e com aproximadamente sete anos de idade, tem o propósito de auxiliar na recuperação dos pacientes idosos do Hospital Municipal Ruth Cardoso, proporcionando momentos de alegria, amor e carinho. Hoje cerca de 15 cães são cadastrados no Projeto Cão Terapia, da Secretaria da Pessoa Idosa que realiza desde o início deste ano a ação no Lar dos Idosos, e agora passará a atuar também no hospital.

O ditado já diz que o cão é o melhor amigo do homem, e isso é confirmado a cada encontro. O entusiamo e sentimento de gratidão ficam claros desde o primeiro contato entre cão e paciente. Um projeto de humanização que visa transformar o ambiente hospitalar, trazer leveza e promover tardes de sorrisos e festa. “Foi visível a mudança de humor nos pacientes ao avistar o cão, e este estímulo contribui para evolução na recuperação dos mesmos”, ressalta Alda Dudek, administradora da Secretaria da Pessoa Idosa.

Desde janeiro os cães, com trajes de terapeuta, levam alegria ao Lar dos Idosos. Após um convite do Hospital Ruth Cardoso, as responsáveis pelo projeto fizeram uma visita experimental ao local, nesta quarta-feira (17) a fim de perceber a reação dos pacientes e, com isso, iniciar as ações dentro de 15 dias. A partir de agora, o projeto Cão Terapia será realizado todas as quartas-feiras de forma alternada, uma semana no Lar dos Idosos e outra no hospital.

O senhor Walter, um dos primeiros idosos a receber a visita do cão Arthur, abriu de imediato um sorriso no rosto ao avistá-lo. Com auxílio da voluntária do projeto, Deise Quintino, e da estagiária, Vitória Christina, o cão foi colocado junto à cama, onde deitou-se para receber o carinho do paciente.

Gustavo Madini, amigo do senhor Walter, conta que o que antes era uma sala quieta, tornou-se mais alegre após a chegada do cão. “Trouxe felicidade ao local, pois geralmente o hospital é um ambiente pesado e triste. Foi só o Arthur passar pelo corredor e entrar pela porta que o Walter já se alegrou e quis pegá-lo no colo”, contou Madini.

Todos os cães cadastrados são treinados e possuem todas as vacinas necessárias, além do cuidado primordial com a higiene. “São cães que possuem um lar e um certificado de comprometimento junto ao dono. Desde o início do ano pudemos analisar quais os tipos de cães ideais, para que com isso possamos incluir mais terapeutas no nosso projeto”, salientou Alda.

A Secretaria da Pessoa Idosa espera receber mais cães e voluntários para atuar no projeto. Para que os animais de estimação se tornem terapeutas, os mesmos devem ter todas as vacinas em dia. Os donos devem então se dirigir junto ao cão à Secretaria, na Rua 1822 nº 614, para que sejam cadastrados.

anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros